É a vez da Euro Sub 19 começar

869949_w2

Aos poucos a temporada vai começando, com amistosos, torneios de pré-temporada e fase eliminatórias de algumas copas. Agora é a vez dos garotos encerrarem (isso, encerrarem) um ciclo de quase um ano, pois vai começar a Eurocopa Sub 19. As fases eliminatórias já vinham acontecendo à algum tempo, mas agora teremos a fase final, a fase decisiva, aquele que decide o campeão, e é claro, destacarei a competição aqui no blog.

GRUPO A

No Grupo A, temos a França, dona da casa, Holanda, Áustria e a Inglaterra. Os franceses já tem um título da competição, em 2004/2005, quando Gourcuff levou a equipe a glória e quando a competição ainda era do nível Sub 18, os franceses conquistaram o troféu mais quatro vezes. O futebol francês vive um momento turbulento, graças a bagunça generalizada que aconteceu com a Seleção Francesa na Copa do Mundo e quem sabe um título no Sub 19 possa ser um bom presságio, pois em 2014, a maioria desses atletas estará com 23 anos. Na zaga, a França tem Chris Mavinga, revelação do PSG, que foi para o Liverpool. No ataque, a dupla do Lyon, Grenier e Tafer, e ainda Kakuta, do Chelsea (Aquele mesmo que gerou uma polêmica, pois após sua contratação, o Chelsea não pode mais fazer contratações), todos sobre a batuta do treinador Francis Smerick. A França estreia contra a Holanda, que embora tenha história no futebol de base, nunca ganhou a Euro Sub 19. O técnico Wim Van Zwam levou a Holanda para a fase de final de forma invicta e tem em mão Sneijder, não o Wesley, e sim seu irmão mais novo, Rodney Sneijder, jogador do Ajax, vamos ver se o irmão mais velho ensinou ao mais novo como se joga. Muitos jogadores marcaram nas fases anteriores com a camisa do Holanda, por isso os dois artilheiros (Van Haaren e Castaignos, ambos do Feyenoord) fizeram somente dois gols. A Áustria chega a Euro como azarão do grupo, embora seja arroz de festa nesta competição, e como não podia deixar de ser, com jogadores desconhecidos do grande público. O técnico Andreas Heraf tem como jogador mais “conhecido” Alaba, lateral-esquerdo do Bayern, ele é reserva, mas chegou a jogar como titular algumas partidas, atuando inclusive contra a Fiorentina na Liga dos Campeões. Com 4 gols, Klem, do Sturm, foi o artilheiro da equipe nas fases anteriores. Mas o grande destaque talvez seja Weimman, do Aston Villa.  É esperar para ver o que acontece com a Áustria. Também querendo apagar a má impressão deixada na Copa do Mundo, a Inglaterra vem (como sempre) querendo o título da competição. Os ingleses só foram campeões dessa competição, quando ela ainda era Sub 18, ou seja, desde que a Euro se tornou Sub 19, os ingleses não tiveram vez. Será que a solução do gol está aí? Assim como no time principal, seus goleiros jogam em times inexpressivos. Declan Rudd joga no Norwich e Lee Nicholls no Wigan. O legal dessa equipe inglesa é que o técnico Noel Blake mesclou bem a equipe no sentido “jogadores de times grandes e jogadores de times pequenos”. Você vê jogadores de um Manchester United até um Yeovill Town. A mescla vai até aos artilheiros, já que Mellis e Parret tem 3 gols, e o primeiro é do Southampton e o segundo é do Tottenham. Ingleses e austríacos se enfrentarão na primeira rodada

Tabela do Grupo

Dia 18

13h/Áustria x Inglaterra
15h/França x Holanda

Dia 21

13h/França x Áustria
13h/Holanda x Inglaterra

Dia 24

13h/Inglaterra x França
13h/Holanda x Áustria

GRUPO B

No grupo B, temos Espanha, Portugal, Itália e a azarona Croácia. Uma nação animada, é assim que está a Espanha, devido ao título mundial, e chega a Euro com o rótulo de tetra-campeã em seis edições da Euro Sub 19, mas também com o rótulo de não ter passado da primeira fase nas últimas duas edições. Os destaques da equipe comandada por Luis Milla são Bartra, zagueiro do Barcelona, Keko, meia do Atlético de Madrid, Rodri, artilheiro e que está no Real Madrid e ainda a jóia Canales, que estava no Racing e foi comprado pelo Real. A Fúria só perdeu um jogo em sua campanha até aqui e vem com pinta de favorita. Sem perder nenhum jogo e com uma defesa sólida, a Croácia chega pela primeira nessa fase final da Euro Sub 19. O destaque da equipe croata vem do Hajduk Split, seu nome é Mario Tičinović, meia armador, veste a camisa dez da equipe. O artilheiro da equipe, com quatro gols, foi Anton Maglica. Seu treinador, Ivica Grnja, foi o responsável por formar jogadores como Davor Suker, Luka Modric, Kalinic e Corluka. A Itália tenta acabar com a história de que de uns anos para cá não tem formado bons jogadores e repetir o feito de 2003, quando Pazzini e Aquilani levaram a Azzurra ao título da Euro Sub 19. A Internazionale tem uma jóia em suas mãos, espero que saiba lapidá-la e transformá-la em um grande astro italiano, já que o futebol da velha bota precisa de um astro local, e Marco Destro fez oito gols nas fases anteriores, sendo o artilheiro máximo da competição até agora. Outro destaque da equipe é Borini, que está jogando na Inglaterra, no Chelsea. Seu treinador é Massimo Pisceda, que tem vasta experiência em seleções de base. Invicta, Portugal chega a fase final querendo chegar mais longe. O máximo que os gajos já conseguiram foi um vice-campeonato, nada mais. O treinador Ilídio Vale tem como destaques o artilheiro Alex (4 gols) do Porto e Nélson Oliveira, atacante do Benfica.

Tabela do Grupo

Dia 18

11h/Croácia x Espanha
11h/Itália x Portugal

Dia 21

10h/Espanha x Portugal
11h/Croácia x Itália

Dia 24

11h/Portugal x Croácia
11h/Espanha x Itália

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s