h1

Le coup d’envoi! Commencera à la Ligue One

6 de agosto de 2010

A Ligue One está de volta

Neste fim de semana, a bola voltará a rolar nos gramados franceses. Neste sábado, 9 jogos às 16h darão abertura a Ligue One 2010/2011 e no domingo, um outro jogo fecha a rodada. Começamos falando do atual campeão Olympique de Marseille, que tentará alçar vôos mais altos visando a conquista da Europa.

Olympique de Marseille

O Marseille não sofreu nenhuma perda significativa, apenas de nome. O veterano Fernando Morientes vai embora e não deixa saudades. Jogou pouco em quantidade e em futebol. Quem poderia ter ido embora e ter deixado grandes saudades é Mamadou Niang. O atacante senegales recebeu uma proposta do Fenerbahçe e deixou claro que queria jogar no time turco, porém, os dirigentes do OM disseram que a proposta veio tarde demais para o “sim” vier. Dois jogadores voltaram de empréstimo e podem ser utilizados pelo técnico Didier Deschamps: Samassa e Ayew. O primeiro se destacou no Valenciennes e o segundo se destacou no Arles-Avignon, se destacou também na Copa do Mundo por Gana e ainda é “filho do home”, Abedi Pelé. Talvés a principal contratação do Marseille seja na lateral-direita, para corrigir o que para muitos era o setor mais fraco do time na temporada passada. Azpilicueta, que estava no Osasuna chega para o lugar de Bonnart. As expectativas são gigantes. Após voltar a conquistar um título após muito tempo, a Copa da Liga, o Marseille ganhou o Campeonato Francês e a Supercopa da França, o apetite é enorme e estrapola até as fronteiras francesas, já que o time quer voltar a conquistar a Europa. O time estará na fase de grupos da Uefa Champions League. Eu não sou muito bom de gravar times base, mas já vi a ficha de atletas que o Marseille mandará para a partida, daí tentarei ver quem jogará na estreia:

Mandanda; Azpilicueta, Hilton, M’Bia e Taiwo; Cissé, Kaboré e Lucho; Valbuena, André Ayew e Niang

Quem Chega: André Ayew (Arles-Avignon), Azpilicueta (Osasuna), D’Ulivo (Cassis), Dennoun (Amiens), N’Diaye e Sabo(Ajaccio), Samassa (Valenciennes)
Quem Sai: Bocaly (Montpellier), Bonnart, Morientes e Cyrill (sem clube), Dennoun (Bayonne), Fomem (Dijon), Koné (Lakhwiya)
Objetivo: Ser bi-campeão
Primeiro Adversário: O recem-promovido Caen
Principal Jogador: Niang
Aposta: André Ayew
Treinador: Didider Deschamps

Olympique Lyonnais

O Lyon começa a temporada 2010/2011 tentando fazer mais do que fez na temporada passada, onde chegou até a semifinal da Liga dos Campeões da Europa e foi vice-campeão francês. Se a temporada passada foi nova, pois Juninho Pernambucano não estava mais entre eles, essa será nova no sentido de que alguns “malas” enfim deixaram o Lyon. Sidney Govou e Boumsong, que eram “os tops”, foram para a Grécia, jogar no Panathinaikos. Bodmer, que não chegava a ser um dos malas, e sim um encosto, pois pouco jogava, foi pro PSG. Piquionne, considerado uma das piores contratações da história do Lyon, voltou de empréstimo, mas acabou sendo repassado para o West Ham. A principal contratação do Lyon foi Jimmy Briand, que se destacou no Rennes. Bela contratação. O zagueiro ganês John Mensah foi outro contratado. Um dos destaques do Metz na temporada passada, Jérémy Pied voltou ao Lyon. Não custa lembrar que o time lyonês foi atrás do Paulo Henrique Ganso, mas o Santos rejeitou a oferta. O Lyon não me empolgou na temporada passada, não sei se vai ser nessa que vai me empolgar. É claro que pensa em título, mas para mim, não vai ser o Briand que vai dar um título ao OL. As saídas agradaram mais que as chegadas. Não boto muito fé, ainda mais porque sei que o treinador é Claude Puel, alvo de críticas da torcida e da imprensa.

Time base da estreia:  Lloris; Gassama, Cris, Toulalan, Cissokho; Pjanic, Gonalons, Ederson; Briand, Gomis, Michel Bastos

Quem Chega: Briand (Rennes), Mensah (Sunderland), Pied (Metz), Grégoire Puel (Lille)
Quem Sai: Bodmer (PSG), Boumsong e Govou (Panathinaikos), Clerc (Sem clube), Court (Sedan)
Objetivo: Título
Primeiro Adversário: Clássico com o Mônaco
Principal Jogador: Lisandro López
Aposta: Lacazette
Treinador: Claude Puel

Girondins Bordeaux

O Bordeaux vai tentar apagar a má impressão deixada na temporada passada, onde a equipe foi eliminada na Champions League por uma equipe inferior a sua e não conseguiu nem a vaga pra Liga dos Campeões dessa temporada. Para isso, ouve uma troca no comando. Laurent Blanc deixou o cargo e foi comandar a Seleção da França. Para seu lugar, chegou o ex-jogador Jean Tigana. Porém, Tigana terá de encontrar um substituto para o marroquino Chamakh. Seu contrato acabou e ele preferiu se transferir ao Arsenal ao invés de renovar seu contrato. Jurietti e Placente foram outros jogadores a terem seus contratos encerrados. O primeiro está sem clube, o segundo voltou a Argentina, onde jogará pelo San Lorenzo. Contratação mesmo, só Savic, que jogava Etoile Rouge de Belgrado, no resto, só retorno de empréstimo. Eu sinceramente estou ansioso para ver o Bordeaux em campo. O time é quase o mesmo de temporadas anteriores, que tem Gourcuff, Wendell, Jussiê e por aí vai, mas esses mesmos caras pareciam desgastados no fim da temporada passada. Gourcuff chegou incluse a ser especulado no Lyon.

Time base de estreia: Carrasso; Planus, Chalmé, Ciani, Trémoulinas; Diarra, Fernando, Plasil, Goucuff e Wendel; Jussiê

Quem Chega: Ayité, Diabaté e Marange (Nancy), Ducasse (Lorient),  Lasne (Cháteauroux),  Olimpa (Angers), Saunier (Rodez), Savic (Et. Rouge)
Quem Sai: Chamakh (Arsenal), Farnolle (Clermont), Glombard e Krychowiak (Reims), Moimbe (Tours), Placente e Jurietti (Sem contrato)
Objetivo: Título
Primeiro Adversário: A surpresa da última temporada, Montpellier
Principal Jogador: Gourcuff
Aposta: Saivet
Treinador: Jean Tigana

Auxerre

Surpresa da ultima temporada, o Auxerre vai começar a Liga com a cabeça em outra liga, a dos Campeões da Europa, onde irá enfentar a boa equipe do Zenit nos playoffs. Para essa nova temporada, o AJA vem sem Niculae, que se transferiu para o Mônaco. Porém, seus principais destaques, Jelen e Birsa permaneceram no elenco. Mesmo perdendo Niculae, o Auxerre me parece ter se saído bem. Por quê? Porque tirou do rebaixado Le Mans, Le Tallec, que para mim, é melhor que Nicuale. Os outros reforços são jogadores que voltam de empréstimo e estavam em times da segunda divisão. O técnico Jean Fernandéz terá que “fazer” a cabeça de seu time. Não será fácil ter um time emergente na França começando um campeonato dificil e ainda tendo de disputar um playoff decisivo contra o Zenit na Liga dos Campeões. Não me surpreenderia se o Auxerre permanecesse mais uma temporada na parte de cima da tabela. Manteve a base, manteve seu principais jogadores e ainda trouxe um bom atacante. É esperar para ver.

Time base da estreia:  Sorin;  Hengbart, Coulibaly, Mignot, Berthod; Oliech, Pedretti, Ndinga, Birsa; Le Tallec, Jelen

Quem Chega: Jasse e Kitambala (Dijon), Johnson (Amiens), Langil (Caen), Le Tallec (Le Mans)
Quem Sai: Capoue (Nantes), Dufour (Chateauroux), Huyghebaert, Malaga e Popov (Sem contrato), Martins (Courtrai), Narry (Le Mans), Niculae (Mônaco), Tamas (West Brom)
Objetivo: Chegar a alguma competição européia
Primeiro Adversário: O também emergente Lorient
Principal Jogador: Jelen
Aposta: Kallé
Treinador: Jean Fernandez

Mônaco

O Mônaco entra para a temporada 2010/2011 querendo um algo mais que o meio da tabela. O time que já foi vice-campeão europeu quer voltar a uma competição internacional e para chegar neste objetivo, não poderá contar com Nenê. O brasileiro trocou de clube e jogará no PSG. Moussa Maazou que veio por empréstimo mas que fez uma boa temporada pelo Mônaco, teve de voltar ao CSKA Moscow. A duas temporadas atrás, Pino se destacou pelo Mônaco, mas devido as lesões, nesta ultima temporada, acabou indo mal, resultado, ele jogará esta temporada pelo Galatasaray. Quem chega é Aubameyang, que pertence ao Milan, nunca chegou a jogar lá, sempre foi emprestado, não se sabe o verdadeiro “poder de fogo” dele. O bom zagueiro Hansson também foi contratado, assim como Niculae. Guy Lacombe tem pouco “material humano” em mão. Tem um elenco fraco. Não deve brigar por muita coisa, mas por ser time grande, deve pensar em vaga na Liga Europa, mas dificilmente conseguirá essa vaga.

Time base da estreia: Ruffier; Adriano, Mongongu, Hansson, D. Traoré; Nkoulou, Mangani, Aubameyang, Niculae, Lolo; Park

Quem Chega: Aubameyang (Milan), Chabbert (Charleroi), Dufau (Cassis-C.), Gakpé (Tours), Gudjohnsen (Tottenham), Hansson (Rennes), Niculae (Auxerre), Nimani (Burnley), Puygrenier (Zenit)
Quem Sai: Kevin Diáz (Metz), Erichot (Clermont), Ettöri (Nimes), Gigliotti (Novara), Leco (Bucasport), Maazou (CSKA Moscow), Martin, Müller e Vallaurio (Sem contrato), Modesto (Olympiakos), Mollo (Caen), Nenê (PSG), Pino (Galatasaray), Sambou (Atromitos), Dario Simic (Dinamo de Zagreb), Thuram (Tours)
Objetivo: Chegar a alguma competição europeia
Primeiro Adversário: Clássico complicado contra o Lyon
Principal Jogador: Park
Aposta: Malcuit
Treinador: Guy Lacombe

LOSC Lille

O Lille supreendeu na temporada retrasada, na passada já foi bem também, mas agora quer se firmar de vez como um dos grandes da França chegando a uma Champions League. Com esse intuito, o LOSC conta com a contratação de Sow que veio do Rennes. A equipe não sofreu nenhuma perda considerável. Aubameyang entrava bastante, mas os seus dois gols em catorze jogos farão pouca falta. Ricardo Costa que havia vindo de empréstimo do Wolfsburg, se encaixou bem na zaga, acabou sendo vendido ao Valencia. Eu tô curioso para ver a defesa do Lille, pois um ataque com com Moussa Sow, Eden Hazard, Túlio de Melo, Frau e Gervinho não pode ser desvalorizado, é forte esse ataque, agora basta ver se Rami e cia conseguiram segurar a barra lá atrás junto com o baita goleiro Landreau.

Time base da estreia: Landreau; Debuchy, Rami, Béria, Emerson; Balmont, Mavuba, Obraniak; Sow, Hazard, De Melo

Quem Chega: Baseya (Le Havre), Lynge (Zulte Waregem), Sow (Rennes)
Quem Sai: Altama (Dijon), Aubameyang (Milan – Mônaco), Benzerga (Nantes), Butelle (Nimes), Douniama (Guingamp), Fauvergue (Sedan), Franquart (Charleroi), Puel (Lyon), Ricardo Costa (Valencia), Rivierez (Le Havre), Tchagouni (Dijon), Vittek (Ankaraguçu)
Objetivo: Chegar a Liga dos Campeões
Primeiro Adversário:  A emergente equipe do Rennes
Principal Jogador:  Hazard
Aposta: Salibor
Treinador: Rudi Garcia

Paris Saint Germain

O Paris Saint Germain quer sair da fila e aposta suas fichas nesta temporada, embora ache que seja meio dificil. Para tentar sair da fila, o PSG mantem uma escrita, de ter brasileiros em seu elenco. Agora, além de Ceará, trouxe Nenê, que estava no Mônaco. Rothen, que desde que saiu do PSG não deu certo, está de volta. Bodmer, que estava no Lyon, mas que vivia no estaleiro, foi outro contratado e deverá lutar com Clement por uma vaguinha de titular. O Paris Saint Germain não perdeu jogadores de impacto, apenas alguns, que tiveram seus contratos encerrados e acertaram com outros clubes. Não sei se o PSG vai longe. A torcida parisiense é muito exigente, cobra demais, às vezes até além da conta, e na temporada passada deu para ver como os jogadores se sentiram e se não fosse o título da Copa da França, uma limpa poderia ter sido feita.

Time base da estreia: Coupet; Ceara, Z.Camara, M.Sakho, Makonda; Sessegnon, Makelele, Bodmer, Nenê; Hoarau, Erding

Quem Chega: Arnaud (Clermont), Baning (Strasbourg), Bodmer (Lyon), El-Hajaoui (Nimes), Nenê (Mônaco), Rothën (Ankaraguçu)
Quem Sai: Baning (Maccabi Tel-Aviv), Dja Djedje (Evian TG), Grondin, Partouche (Sem contrato), Letellier (Angers), Ngoyi (Brest)
Objetivo: Chegar à Liga dos Campeões
Primeiro Adversário: Clássico contra o Saint Etienne
Principal Jogador: Erding
Aposta: Makonda
Treinador: Antoine Kambouaré

Outros destaques

*Um dos destaques do Lorient na temporada passada, Koscielny se transferiu para o Arsenal.

*O Montpellier perdeu os seus dois principais destaques. Montaño foi para o Rennes e Alberto Costa pro Valencia. Marco Estrada, um dos destaques do Universidad de Chile foi contratado.

*O Nancy perdeu um de seus destaques da temporada passada. O garoto Dia foi comprado pelo Fenerbahçe. O brasileiro Helder voltou de empréstimo do Rapid Bucareste, e foi emprestado de novo, dessa vez pro Dinamo Bucareste.

*No Nice, Civelli agradou e foi comprado em definitivo.

*O Rennes se mexeu. Trouxe Carrasso, goleiro reserva do Montpellier, Dalmat, do Sochaux, Mandjeck do Stuttgart e a principal contratação, Montaño do Montpellier. Mas as perdas foram significativas. Sow foi pro Lille, Hansson pro Mônaco, Bocanegra pro Saint Etienne e Briand pro Lyon

*Além de trazer Bocanegra, o Saint Etienne trouxe o bom lateral Ebondo, que estava no Toulouse. O ASSE perdeu Mouhamadou Dabo pro Sevilla e Mirallas do Olympiacos.

One comment

  1. Olá, bela análise! Não conhecia seu blog, muito bom, gostei das “fichas” para os principais clubes Franceses, ficou realbem bom.
    Só uma colocação, Mensah já era do Lyon, estava emprestado ao Sunderlan, voltou para o Lyon, e já foi embora denovo para o Sunderland, dessa vez com opção de compra.
    Abraço.



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: