h1

O que é o futebol?

29 de novembro de 2010

 

Esses caras sabem o qiue é o futebol (AFP)

E realmente: o que é o futebol? Nem todos sabem. Quem sabe falar não sabe fazer e quem sabe fazer não sabe falar. Muitas vezes quem sabe o que é, não sabe tanto assim, sabe só um pouquinho. Eu acho que não sabia o que era o futebol, se sabia, esqueci, mas hoje uma luz veio para nós. Há sim vida inteligente no nosso planeta e que saiba o que é o futebol. Esses seres de nobre inteligência estão situados na Cataluña, especificamente em Barcelona. Esses seres tem como rivais um time de Madrid, cujo eles acham que sabem o que é o futebol, mas hoje o contrário foi provado. Barcelona e Real Madrid foi um espetáculo. O time catalão mostrou realmente o que é o futebol, como se joga, como se movimenta, como se marca, se ataca, se finaliza, enfim, sobre o “que é o futebol”.

O Barcelona entrou no Camp Nou no seu tradicional esquema de 4-3-3. Victor Valdés no gol; Dani Alves, Puyol, Piqué e na esquerda Abidal; Busquets, Xavi e Iniesta no meio-campo; Messi, Pedro e Villa estavam no ataque. Já o Real Madrid entrou com seu 4-2-3-1. Casillas no gol; Sérgio Ramos, Ricardo Carvalho, Pepe e Marcelo; Khedira e Xabi Alonso eram os volantes; o trio de meias era formado por Özil, Dí María e Cristiano Ronaldo; Benzema no ataque, substituindo Gonzalo Higuaín.

Chuva na Cataluña e chuva de gols no Camp Nou (AFP)

O jogo ficou dividido em dois estilos: os que sabem o que é futebol e os que acham que sabem o que futebol. Os que sabem, tinham a bola desde o início e acuavam os adversários, até que veio o gol, anotado por um dos “filósofos da bola”, Xavi. Iniesta finalizou de fora da área, a bola desviou em Marcelo e sobrou pro camisa 6, que mandou para as redes. O Barcelona sabia e sabia muito. Eles tocavam pra lá, tocavam pra cá e com 18 minutos a partida já estava 2×0. Sabe o Xavi? Um dos filósofos? O que fez o primeiro gol? Pois é, ele viu os espaços que Sérgio Ramos cedia e deu belo passe para Villa, que ganhou da marcação e cruzou pra Pedro completar. O Real Madrid teve de agradecer por não ter tomado mais. 2×0 ficou barato, fora o fato dos Merengues estarem muito recuados. Dí María recuava muito pra acompanhar Dani Alves e o Real parecia ficar com uma linha de cinco atrás. Cristiano Ronaldo foi simplesmente engolido por Carles Puyol. Os mesmo português, não conseguindo ganhar na bola, tentou ganhar no braço. Aos 31 minutos, lateral pro Real Madrid, Guardiola tinha a bola na mão, Ronaldo foi tentar pegar a bola, mas o treinador jogou a bola pro lado, o português empurrou o técnico catalão. Não havia santinhos nesta história. Guardiola não precisa jogar a bola pro lado do jeito que fez, assim como Cristiano Ronaldo não precisava empurrar o treinador. Depois de muitos dedos na cara, empurra daqui e empurra de lá e cartões amarelos pra Ronaldo e Valdés. O resto da primeira etapa ficou mais nervosa, com alguns lances ríspidos (como uma possível cotovelada de Carvalho em Messi, pareceu mais encenação do argentino), mas o jogo continuou igual, um time mostrando como se joga e outro só assistindo.

Humilhação (AFP)

Na etapa final, José Mourinho tentou aumentar o poderio na marcação, tirando Özil e colocando Lass Diarra. O alemão não jogou absolutamente nada. Quem também havia feito pouco na etapa inicial, foi Messi. O argentino tinha poucos espaços e foi caçado em campo. Mas parece que encher o time de volantes não adiantou de nada, pois Messi decidiu. Primeiro Mestre Lio deu belo passe para David Villa, que tocou na saída de Casillas. O detalhe é que Villa estava impedido, mas foi um dos poucos erros de Iturralde González, que apitou muito bem, soube a hora de administrar a partida, a hora de distribuir os cartões, fora ter ido muito bem no aspecto técnico. O Real Madrid estava na roda. Era olé pra cá, olé pra lá e mais um passe brilhante de Messi. O argentino deu longo passe rasteiro, na medida para Villa, que tocou novamente na saída de Casillas. Para fechar o caixão merengue, jogada de dois garotos. Bojan foi até a linha de fundo e cruzou para Jeffren completar e fechar em 5×0. Só que Sérgio Ramos perdeu a esportividade. Messi disparava em velocidade e o camisa 4 literalmente chutou o argentino. Todos partiram para cima, Ramos completou a série de destempero ao empurrar duramente Puyol e uma mais “sutil” em Xavi. Foi expulso corretamente, sem discussão, mas final em 5×0.

 

Villa fazendo o que se espera dele, gols (Reuters)

Histórico! O Barcelona simplesmente humilhou seu grande rival, Real Madrid. Descobri o que é o futebol vendo o Barcelona jogar. São toques rápidos, trocas de posição, posse de bola, inversões, penetrações, finalizações e basicamente, um futebol bonito. Sinto que meu dia está completo. Após anos e anos vendo futebol, tentando entender o que este jogo tem como fundamento, como se pratica de forma certa este esporte, hoje descobri que jogando como o Barcelona, o time chega onde quer. Mas cá pra nós, os caras são bons, não é qualquer um que joga assim.

One comment

  1. 5 a 0 fora o Baile! venceu o melhor time, ou seja, o Barcelona!!!

    ótimo texto, um grande abraço, parabéns e sucesso ao Futebol Europeu Online.



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: