h1

Isso que eu chamo de “do inferno ao céu”

12 de dezembro de 2010

 

O mundo estava caindo para Gomes (Getty Images)

Volta e meia nesse mundo futebolístico um jogador vai do céu ao inferno e vice-versa. Geralmente essas histórias se caracterizam por jogadores que fazem besteiras e mais tarde fazem algo de outro mundo, ajudando seu time e novamente, vice-versa. Hoje foi um desses casos, aliás, dois desses casos.

Do banco pro céu, do céu pro inferno (AFP)

O Tottenham conseguia uma vitória importante sobre o Chelsea. Os Spurs perdiam o meio-campo e se viam obrigados a fazer lançamentos em velocidade para Defoe, Lennon e Bale e em um desses saiu o gol. Após troca de passes, só que entre os defensores, Assou-Ekoto lançou Defoe em profundidade. Ele ganhou da marcação e tocou para Pavlyuchenko, que dominou e bateu de pé esquerdo, no cantinho de Cech. O Chelsea tinha Drogba e Lampard no banco. O marfinense estava no banco por opção de Ancelotti, já o inglês estava voltando de contusão. O jogo seguia lá e cá. As duas equipes estavam atacando sempre e já com Drogba em campo, que entrou no intervalo, o camisa 11 tratou de decidir. O goleiro Petr Cech deu um bicão para frente, Drogba disputou com Dawson e meio de braço, meio de ombro (seja seu ombro ou de Dawson) dominou, entrou na área e bateu em cima de Gomes, a bola queimou e foi ‘pererecando’ pras redes. Falha feia de Gomes. O goleiro brasileiro estava indo pro inferno e Drogba pro céu. Após esse gol, o Chelsea cresceu e o goleiro brasileiro dava sinais de nervosismo. Até que aos 46 minutos, já com Lampard em campo, Gomes praticamente atropelou Ramires dentro da área. Pênalti e cenário de ódio marcado para Gomes. O goleiro brasileiro engoliu um frangaço e ainda fez um pênalti bobo nos acréscimos. Acontece que Drogba foi para a bola, cobrou e… Gomes foi buscar, se tornando herói do Tottenham e Drogba virando vilão dos Blues. Os Spurs, com o empate chegam a 27 pontos, na 5ª colocação. O resultado foi ruim pro Tottenham, pois fica quatro pontos atrás do primeiro time no G4, que é justamente o Chelsea.

Muamba e Elmander vibram com a bela campanha do Bolton (Getty Images)

E o Bolton, hein? Segue com bela campanha na Premier League. The Trotters conseguiram hoje mais uma vitória sobre o Blackburn e estão em colocação surpreendente. Mesmo jogando com um à menos (Mark Davies havia sido expulso), o Bolton saiu na frente com Muamba. Quando a vitória parecia certa, aos 43 minutos do segundo tempo, Diouf deixou tudo igual. Só que no minuto seguinte, Holden fez o gol da vitória dos Trotters. Você tem ideia de que posição está o Bolton? 6º lugar, com 26 pontos, cinco pontos atrás do G4, grande campanha dos comandados de Owen Coyle. O Blackburn está na 13ª colocação com 21 pontos, cinco acima da zona de rebaixamento.

Menção Honrosa para o Wolverhampton, que venceu o Birmingham por 1×0 e saiu da lanterna.

*Expectativa para amanhã, quando Manchester United e Arsenal se pegam no Old Trafford.

 

Boateng virando artilheiro (AP)

Agora na Itália, o Milan passou por cima do Bologna e dispara na liderança da Série A.

Robinho jogando bem (AP)

O Milan abriu 2×0 logo na primeira etapa. Boateng abriu o placar. Robinho fez o segundo. O brasileiro camisa 70 tem se adaptado muito bem ao futebol italiano. Ele tem se tornado uma das peças importantes pro Milan. Só noto uma coisa: O Ronaldinho não tem jogado nada, quando entra e faz duas jogadas razoavelmente boa, já falam que o ‘melhor do mundo voltou’, agora o Robinho já esgotou a paciência de muita gente, inclusive a minha, mas o fato é que ele tem jogado muito bem, mas tem muita gente ainda que compra a ideia de que ele não tem jogado nada. Na etapa final, foi a vez de Ibrahimovic ser lançado, matar no peito e mandar pras redes. Ainda deu tempo para Marco Dí Vaio perder um pênalti. O Milan lidera a Série A com 36 pontos, seis à frente dos três times seguintes, já o Bologna tem 19 e é o 14º.

A Juventus conseguiu uma grande e emocionante vitória em casa, sobre a Lazio. As duas equipes acabaram com boa parte do “estoque de gols” no comecinho da primeira etapa. Com 2 minutos de jogo, Aquilani cobrou escanteio na área e Chielini mandou para as redes. Aos 14 minutos, bola na área da Juve, bola quicando aqui, quicando ali e Zárate empatou. Enquanto o jogo seguia e o empate parecia estar consolidado, o destaque da Juventus decidiu. Milos Krasic carregou na direita, entrou na área e quase sem ângulo, viu o goleiro Muslera dar uma pequena escorrada e tocar no cantinho, isso aos 49 minutos do segundo tempo. E esse gol do sérvio foi de nível de decisão muito alto. A Juve sobe agora para a vice-liderança, com 30 pontos, enquanto a Lazio tem os mesmos 30 pontos, mas está na 4ª colocação. Bom resultado pro Milan, que abre 6 pontos na liderança.

Menção Honrosa para a Roma, que venceu o Bari em casa por 1×0, gol de Juan.

*Vale lembrar que a Inter não jogou nesta rodada porque está no Mundial.

Classificação


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: