Esse é o Boxing Day

 

Thanks...

Com um pouquinho de atraso do que o esperado, venho falar da tradicional rodada do Boxing Day na Terra da Rainha. Mas antes de falarmos dos jogos, você tem de conhecer o que significa o Boxing Day.

O Boxing Day é uma espécie de feriado realizado no dia seguinte ao natal. Enquanto as mulheres vão às favas com as compras – no Boxing Day há liquidações monstro nas lojas comerciais, com descontos absurdamente gigantes -, os homens tem como vantagem, acompanhar as rodadas completas no Reino Unido.

Na Inglaterra era pra funcionar assim. Mas você pergunta: “Era? Mas não é mais?”

Bom, os dez jogos da rodada 19 estavam marcados para domingo e segunda – 9 jogos domingo e 1 segunda -, mas “o amigo (da onça) do fã do futebol europeu” atrapalhou. A neve voltou a forçar o adiamento de alguns jogos: Everton x Birmingham e Blackpool x Liverpool. Na que tirasse o prazer de acompanhar o futebol na Inglaterra.

Cole fez dois no Craven Cottage (PA)

Para abrir o Boxing Day tivemos duelo londrino, entre Fulham x West Ham. Os Whites chegaram a sair na frente com Hughes, mas cederam a vitória aos Hammers, graças a sua defesa. Carlton Cole fez dois aproveitando “assistências” da zaga adversária, enquanto Piquionne se aproveitou da zaga mal posicionada para marcar. A atuação do Fulham foi tão desastrosa, que os amigos Matheus Schenk e Marcelo Ksseinsk, componentes do Fulham FC Brasil disseram ser uma das piores atuações do clube que eles viram, mas não é à toa, o Fulham entrou na zona de rebaixamento – 18ª colocação, com 16 pontos – e Mark Hughes balança fortemente. A vitória foi muito importante pro West Ham, que deu sinal de vida e deixa a lanterna, mas ainda está na incômoda 17ª colocação, com 16 pontos.

Uma hora após o término de Fulham x West Ham, mais torcedores de dez times diferentes puderam ver seus times em campo no feriado, foram mais cinco jogos.

Dimitar Berbatov decisivo (Reuters)

Primeiro embarcamos para Manchester, onde o United bateu a boa equipe do Sunderland. O destaque da partida foi novamente Dimitar Berbatov, que anotou dois tentos no jogo do Boxing Day. Anderson também teve boa atuação, sendo inclusive, aplaudido pela torcida do Manchester United, quando deixava o campo para ser substituído. Há quem diga que essa foi uma das melhores atuações do meia brasileiro no futebol inglês. Os Red Devils garantem mais uma rodada na ponta, com 37 pontos – e dois jogos à menos que o vice líder. Já o Sunderland está na 7ª colocação, com 27 pontos e não desgruda das zonas das ligas européias.

No mesmo horário do jogo do United, outra equipe de Manchester jogou, o City, que fora de casa bateu o Newcastle. O ‘infeliz e deprimido’ Tévez foi o grande homem da partida. Deu assistência pro gol de Gareth Barry e ainda fez outros dois. Pros Magpies, Andy Carroll marcou. Os Citizens estão na vice-liderança, com 35 pontos, dois atrás do líder, mas tem dois jogos à menos, fora ainda ter tido tropeços desnecessários, que lhe impedem de liderar. O Newcastle está na 9ª colocação, com 22 pontos.

O Bolton mantém sua bela campanha com mais uma vitória. The Trotters bateram no Reebok Stadium o West Brom. Embora o WBA tenha criado mais e melhores chances de gol, o Bolton foi mais preciso nas finalizações e fez dois gols, com Taylor e Elmander. The Trotters ficam na 6ª colocação, com 29 pontos, posição surpreendente. Já o West Brom segue com sua campanha regular, 12ª colocação, com 22 pontos, mantendo a média, permanece na primeirona.

Van der Vaart mostrando o 'porque' do dinheiro investido (PA)

Fechando o dia, tivemos o único jogo que pude assistir, Aston Villa e Tottenham. Aliás, bom jogo, que começou com muita correria dos dois lados e boas chances de gol. Aos poucos, os Spurs começaram a tomar conta da partida e logo abriram o placar com gol de Van der Vaart. Só que veio uma participação direta da arbitragem – que já havia anulado um gol de Kaboul bem duvidoso (acho que acertaram no lance, cujo a bola teria saído, quando Hutton tocou para o zagueiro completar) deu uma atrapalhada na partida. Após disputa de bola no alto, o árbitro Martin Atkinson viu cotovelada de Defoe em Collins e o expulsou. O atacante dos Spurs nem viu o zagueiro. Acho que fez falta, mas não tentou acertá-lo.

À partir da expulsão, o Tottenham dava campo ao Villa e de certa forma recuou demais. Conseguiu aumentar na etapa final, em rápido contra-ataque armado por Bale e Lennon, com complementação em gol de Van der Vaart, mas seguia recuado, até que veio uma substituição de certa forma, esdruxula. Harry Redknaap tirou Van der Vaart e colocou Crouch. Até aí tudo bem. Ele tirou um homem importante que sofre com muitas lesões, melhor preservar e colocar um atacante, acontece que o gigante atacante entrou como um terceiro zagueiro, ficou entre Dawson e Kaboul. Esse recuo desnecessário deixou com que o Aston Villa permanecesse com sua jogada tradicional na partida, a bola aérea e assim descontou, com Albrighton, que cruzou, ninguém tocou na bola e ela entrou. Os Villans mantinham a pressão, mas não conseguiram o empate. O Tottenham está na 5ª colocação com 30 pontos e torce para que Chelsea e Arsenal fiquem num empate, pra ninguém escapar. Já o Aston Villa está em situação delicada – 15ª colocação, com 20 pontos – e com perspectivas de venda dos principais jogadores na janela de janeiro.

*Outros Resultados

Wolverhampton 1×2 Wigan
Blackburn 0x2 Stoke City

*Hoje

Arsenal x Chelsea – 18h (Horário de Brasília) – Ao Vivo na ESPN, ESPN HD e na RedeTV!

E esse foi o Boxing Day na Inglaterra…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s