Falta elenco

PSG dando sinais de um elenco fraco

Nesse último fim de semana, uma coisa ficou clara em relação ao Paris Saint-Germain: Falta elenco.

O time da capital passava por maus bocados dentro de campo diante do Rennes e o Antoine Kombouare…quase nada poderia fazer. Erding era a melhor opção e o turco veio a campo. Maurice, que nunca me convenceu, surgia como outra opção, mas era só.

Diga-se de passagem, Antoine Kombouaré escalou muito mal o PSG para essa última partida. Tirou o já habitual 4-4-2 para aplicar um 4-2-3-1, tendo como wingers Nenê, que não tem características de ponteiro e Giuly, que não tem mais pernas para ser o mesmo jogador de anos atrás. Além de Bodmer como meia armador, coisa que me parece inviável, vejo ele como um segundo volante e não como um meia-armador. Ou seja, para mim, deixar Erding no banco foi um erro.

Kombouaré nunca me convenceu

Mas voltando ao tema central, claramente a diretoria do Paris Saint-Germain não se preparou para eventuais perdas. Stéphane Sessegnon deixou o time. Se estivesse pelo menos no banco nessa última partida poderia ser acionado. Aliás, Stephen deixou o PSG após brigar com o treinador Kombouaré, mais um pra lista. Bom, não chega a ser uma lista de jogadores que brigaram com o técnico, mas sim uma lista de jogadores que deixam o Paris por não se acertarem com Antoine Kombouaré. Jerome Rothen, que nunca se acertou no PSG, é um exemplo. Viveu sendo emprestado nas últimas temporadas e quando retornava, era descartado, poderia ser uma boa opção pro banco pelo menos, já que em seus tempos de Mônaco mostrou saber jogar. Outro exemplo é Mateja Kezman, que oscilou muito no PSG e é outro que se encaixa na lista de “boas opções pro banco”.

É fato que os dois jogadores citados acima nunca foram unanimidades no time parisiense, mas o que eu questiono é como esse time não tem grandes peças de reposição. No gol, o pior joga, Edel. Não precisa ser um grande entendedor de futebol pra saber que Coupet é muito melhor. Nas laterais, há reposição. O ofensivo Jallet, tem na direita como reserva o conservador Ceará. Tiené na esquerda, tem como reserva o experiente coringa Armand, que vem jogando na zaga, aliás, zaga que é uma carência do PSG. Sakho e Armand são os titulares e tem ido bem, mas você olha seus reservas e começa a rezar pra que os titulares não se machuquem ou sejam suspensos. Camará e Traoré são os famosos zagueiros sujeitos a “chuvas e trovoadas”, pra não dizer fracos.

Nenê tem de se virar com Giuly no meio campo

A parte de defesa dos zagueiros é bem recheada. Makélélé é titular incontestável e revesa com Bodmer, Clement e Chantome na dupla de volantes, agora os meias-ofensivos…vou te contar, tá pobre o negócio. Nenê, Giuly e…mais ninguém. Maurice e Luyindula até são aproveitados por lá, mas não são nomes a altura. Aí entra o tal do planejamento. O Sessegnon brigou com Kombouaré no fim de dezembro, ou seja, a diretoria teve janeiro inteirinho pra buscar um substituto com a iminente saída do jogador, mas o único sinal de vida visto foi no último dia da janela de transferências, quando o PSG esteve perto de trazer Payet – que estava saindo do Saint Etienne no melhor “estilo Sessegnon”, fazendo birra -, mas nada feito, nem Payet nem ninguém veio.

Seguindo a análise do elenco, o ataque até que está bem servindo. Os confiáveis Hoarau e Erding ficam no ataque – isso se Kombouaré não tirar o turco – Luyindula fica no banco e jogadores como Giuly e Nenê podem quebrar um galho na posição.

Mas essa crítica se direciona a diretoria do Paris Saint-Germain, que em nenhum momento se via uma especulação em torno do clube – exceto o Payet no finzinho da janela – e o elenco tem lá suas limitações. O elenco do Lille – líder da Ligue One – é mais vasto, não é o melhor, pra mim, Marseille e Lyon levam a melhor, mas é um elenco capaz se conquistar o “Francesão”. Mas o PSG…não sei, ainda mais que o técnico que tem.

Quem me acompanha desde a época que o blog ficava hospedado no Blogger, sabe que sempre critiquei o Antoine Kombouaré, nunca fui um grande fã dele. Peguei mais respeito após a conquista da Copa da França 09/10 e o bom início de temporada, mas esse respeito tá indo pro espaço. Na última rodada, o PSG perdia por 1×0 e no fim do jogo ele tirou Jallet, um dos melhores da partida e colocou Ceará, lateral um tanto quanto defensivo. Pra mim, se fosse pra tirar o Jallet, que colocasse um homem de frente e que fosse pro abafa.

Possa queimar a língua mais tarde, mas o Paris Saint-Germain não vai ser campeão francês, pelo elenco, pela diretoria que não repôs as perdas e pelo técnico medroso que tem.

Não ponho fé no PSG levantando esse troféu...

Uma resposta em “Falta elenco

  1. Pingback: Tweets that mention Falta elenco « Futebol Europeu Online -- Topsy.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s