Estamos presenciando a história!

Brasil, Pelé, 95 gols
França, Henry, 51 gols
Argentina, Batistuta, 56 gols
Uruguai, Scarone, 31 gols
Alemanha, Müller, 68 gols
Inglaterra, Charlton, 49 gols
Itália, Riva, 35 gols

Henry é o maior artilheiro da Seleção da França

O que esses jogadores têm em comum? Todos eles são os maiores artilheiros da história de suas seleções.

Mas qual desses você chegou a ver jogar em alto nível por seus países? Talvéz só Thierry Henry. Com um pouco mais de sorte, Batistuta também. Mas é pouco, para quem, que como eu, gosta de revirar a história e estar presenciando também.

Quantas vezes você teve curiosidade de saber quem era o maior artilheiro de determinado time ou seleção e acabava descobrindo que esse jogador só havia jogado nos anos 50, 60? É só pegar os exemplos citados acima. Pelé jogos nos anos 50 até os anos 70, Scarone jogou dos anos 20 até os anos 30. Gerd Müller dos anos 60 até início dos anos 80, Bobby Charlton dos anos 50 até os anos 70, enquanto Luigi Riva jogou dos anos 60 até os anos 70. Quais desses você chegou a ver jogar ao vivo, sem que seja por vídeos? Acredito eu que nenhum!

Hoje podemos presenciar a história sendo escrita na Seleção Espanhola. Desde o jogo da Espanha contra a Escócia, em outubro do ano passado, em que David Villa fez um gol, ele ficou empatado com Raúl na artilharia geral da Fúria com 44 gols. Só que hoje, o camisa 7 tomou conta de vez da artilharia histórica.

A Espanha perdia para a República Tcheca por 1×0, até que Villa, o melhor jogador espanhol em campo recebeu na entrada da área, cortou o marcador, finalizou entre as pernas do zagueiro, tirando de Cech, empatando e peleja e se tornando o maior artilheiro da história da Espanha:

Villa: 46 gols em 72 jogos (AFP)

Só para aumentar um pouquinho mais a vantagem dele em relação a Raúl, Villa fez mais unzinho de pênalti…

Mas voltando ao tema principal, estamos presenciando a história sendo escrita diante de nossos olhos. Não custa falar que Villa assumiu a artilharia geral tendo disputado 30 jogos à menos que Raúl. O atacante do Barcelona tem média 0.63 gols por jogo na Seleção Espanhola, enquanto o atacante do Schalke teve média de 0.43 gols por jogo.

Pelo menos eu, costumo valorizar muito esses feitos individuais que alguns jogadores conseguem, de chegarem a x gols, a y jogos por determinado time, z recordes batidos, etc.. São coisas que a gente pode contar para alguém mais tarde, pois se não vivenciamos de perto, pelo menos vivos, soubemos na hora. Se Villa se manter como maior artilheiro espanhol por muito tempo, poderemos partilhar com mais gente que vimos o camisa 7 fazer o gol que lhe deu a liderança do ranking de artilheiros.

Para completar, veja o Top 5 de maiores artilheiros da Espanha:

David Villa – 46 gols em 72 partidas
Raúl – 44 gols em 102 partidas
Hierro – 29 gols em 89 partidas
Morientes – 27 gols em 47 partidas
Fernando Torres – 26 gols em 83 partidas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s