O cala boca do Braga

Esses darão um jeito de ir para a Irlanda

Você certamente já deve ter ouvido alguém falar que “os campeonatos europeus são previsíveis e que você sempre sabe quem vai vencer”. Em algumas vezes – talvez até na maioria – não chegam a ser previsíveis, mas é mais fácil de dar um palpite antes do início de um campeonato.

Equipes grandes e com altos investimentos levam grande vantagem. Esses times podem ter os melhores jogadores e os estádios maiores e confortáveis, chamando os torcedores pros jogos, e consequentemente, lotando os estádios.

Mas assim como em todo o mundo, sempre há zebras.

Do nada você vê um time de segunda divisão chegando a final da copa nacional, ou um time pequeno chegando a brigar por vagas nas competições da Uefa, ou até vê equipes de alto escalão no meio da tabela.

Mesmo assim, há quem não dê o braço a torcer e siga dizendo que os campeonatos europeus são previsíveis e que só os jogos entre os grandes times interessam.

Mas na última quinta-feira, essas pessoas viram um time lhe dizer: “Cala boca!”. Esse time é o Sporting Braga!

Braga parou na quinta-feira

Os Arsenalistas nunca foram campeões de nada. Campeonato Português, Copa de Portugal, Copa da Liga, bolinha de gude, cuspe à distância…Nenhum desses campeonatos foi vencido pelo Braga.  A história de glórias desse time pode ser contada desde que se agigantou na temporada passada, quando chegou ao segundo lugar no campeonato nacional.

O time disputou a Champions League e surpreendeu desde o início. Nas fases pre-eliminares, tirou times calejados na UCL, como Celtic e Sevilla e no grupo H da Liga, chegou a vencer o Arsenal no Municipal de Braga. Por pouco a equipe não foi pros playoffs da Champions, acabou indo para a Europa League. E o caminho árduo continuo a ser trilhado!

O Braga seguiu eliminando equipes que costumam participar das competições Uefa, como Dynamo de Kiev e Liverpool, sempre usando do artifício de conseguir um bom resultado na ida e se virando na volta. Contra os ucranianos, o Braga empatou por 1×1 na Ucrânia e segurou o 0x0 em Portugal, já contra os Reds, 1×0 em casa e 0x0 na volta, no Anfield.

Braga na final

Nas semifinais veio o desafio mais complicado: o Benfica. Não era o mais complicado só por ser um time local – assim, conhece melhor o Braga, tem a pressão psicológica por ser o maior clube, etc. -, mas porque os Encarnados estavam mordidos. Não foi bom pro Benfica ver o Porto ser campeão português invicto no clássico jogado no Estádio da Luz. A vingança seria em Dublin!

Na ida, o Benfica conseguiu o nada cômodo 2×1 e na volta deu Braga. O time bracarense jogou como time pequeno. Pressionou até abrir o placar com Custódio, depois se limitou a jogar atrás do linha da bola, se defender, deixar o Benfica atacar e ora ou outra investir no ataque. Algo a criticar? Não! O Braga é um time pequeno, fazer o quê?

Não era só questão do Benfica ser um time infinitamente maior que o Braga, mas os Encarnados, como cheguei a dizer anteriormente, tem um investimento maior para trazer algumas jóias da América do Sul – coisa que os portugueses sabem fazer muito bem – e alguns encostados de ligas maiores. O Benfica tem um time melhor, mas parou no Braga.

É o famoso “Cala Boca!”. O Braga não chegou simplesmente a final de uma copa nacional, coisa que qualquer time hoje em dia tem conseguido fazer. Os Arsenalistas estão na final da Europa League!. A competição não tem o charme da Champions League, mas é um torneio internacional, onde muitas vezes os times pequenos esbarram na falta de bagagem internacional e caem precocemente.

Imagine um time do Campeonato Brasileiro com jogadores como Artur, Paulão, Kaká, Márcio Mossoró, Leandro Salino, Alan, Vandinho, Paulo César e Lima. Duvido que algum torcedor ficasse tranquilo e ciente que seu time lutaria por título na temporada. São jogadores de medianos pra bom – tô sendo bonzinho demais? – e seriam reservas em vários clubes brasileiros. Aliás, a maioria desses brasileiros citados acima eram reservas aqui no Brasil e graças a um empresário bom, chegaram a Europa.

Se há uma hora para reverenciarmos um técnico, a hora é essa! Domingos Paciência levou um time pequeno e que tem em seu plantel jogadores de nível duvidoso para a final da segunda maior competição de clubes da Europa. Não é pouca coisa!

A torcida do Braga estava animada nessa sexta-feira

A torcida foi quem mais ganhou com isso. Os adeptos, que nunca viram seu time ganhar nada, agora podem se orgulhar de seu time finalista de uma Uefa Europa League. A empolgação foi tanta, que nessa sexta-feira, os jogadores que não enfrentaram o Benfica foram treinar, mesmo assim, muitos torcedores foram acompanhar o treinamento. Segundo a imprensa portuguesa, foi o treino mais movimentado da temporada.

Para fechar, só há dois pontos a serem repetidos, porém, destacados, pois resumem bem o que quero dizer:

– Foi um cala-boca aos críticos de que o futebol europeu “é previsível”. O Braga não tem os investimentos da dupla Benfica e Porto, nem os jogadores, nem o estádio que ambos possuem, mas com um elenco modesto, com jogadores renegados de nosso país, triunfa e chega a final da Europa League. É a prova de que os pequenos também podem ir longe. Cabe agora a diretoria bracarense saber administrar bem essa boa fase vivida, para não transformá-la em prejuízos futuros e deixar o time no buraco. À cada dia que passa, a impressão que fica é que o Braga vai se tornar de vez a terceira força portuguesa, já que a bolinha do Sporting anda meia murcha. O problema é que o adversário da final é o Porto, um dos melhores times da temporada.

A torcida se animou

– O segundo ponto é a torcida. O adeptos de times pequenos – isso vale no mundo inteiro – vivem a vida inteira por seus clubes de coração, mesmo sem eles ganharem nada, mas essa paixão acaba aflorando nos melhores momentos do time. O torcedor do Braga já se empolgou na última temporada com a possibilidade de ser campeão português, o que não aconteceu, agora se empolga com um possível título europeu. É a temporada dos sonhos e o torcidor bracarense vive esse momento, sabendo que pode ser único e que talvez nunca mais isso aconteça.

Parabéns, Braga!

Será uma grande final contra o Porto!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s