h1

As finais marcantes da Europa League

16 de maio de 2011

Quarta-feira, Sporting Braga e Porto se enfrentarão em Dublin na final da Uefa Europa League e para esquentar o clima para o jogão, o blog Europa Football fará uma série de posts especiais para a final. Nessa segunda-feira, mostrarei finais marcantes da competição.

Wolverhampton 2×3 Tottenham – 1971/1972

Foi a primeira final da competição, quando ainda se chamava Uefa Cup e a final era disputada em dois jogos. Na ida, em Molineaux, o Tottenham venceu o Wolves por 2×1, com dois gols de Martin Chivers e na volta, no White Hart Lane, os Spurs confirmaram o título com o empate em 1×1.

Benfica 1×2 Anderlecht 1982/83

Destaco essa final, porque a final da atual temporada é entre dois times portugueses e a final de 1983 foi a primeira com presença de portugueses. O Benfica foi finalista naquela edição. No jogo de ida, no Heysel Stadium, tivemos vitória belga, por 1×0, gol de Brylle e na volta, o 1×1 no Estádio da Luz assegurou o título ao Anderlecht.

Tottenham (4) 2×2 (3) Anderlecht – 1983/84

O Anderlecht gostou de disputar a final da Uefa Cup e um ano depois de derrotar o Benfica na final, chegou a mais uma decisão, dessa vez diante do Tottenham. No jogo de ida, no Constand Vanden Stock Stadium, 1×1, com o time belga conseguindo o gol de empate somente aos 40 minutos do segundo tempo, com Morten Olsen – é ele mesmo, o eterno treinador da Dinamarca. No jogo de volta, no White Hart Lane, quem sofreu pra empatar foi o Tottenham. Os belgas saíram na frente aos 15′ do segundo tempo com o simpático Czerniatynski e só aos 40 minutos, Grahan Roberts empatou. Após o empate no tempo extra, fomos para a disputa de pênaltis, onde Morten Olsen e Guõjohnsen erraram pro Anderlecht, enquanto Thomas errou pros Spurs, mesmo assim fazendo o Tottenham campeão da Uefa Cup pela 2ª e última vez.

Bayer Leverkusen (3) 3×3 (2) Espanyol – 1987/88

Dois motivos me fizeram escolher essa final: o primeiro e menos significativo é o fato de alguma vez na vida o Bayer Leverkusen não ter sido “Neverkusen”. O segundo, foi o milagre conseguido pelo time alemão. No jogo de ida, no glorioso estádio Sarriá, o Espanyol acabou com os alemães, com um 3×0 e com dois gols de Losada. Na volta, no estádio Ulrich-Haberland-Stadion, – nome antigo da BayArena – num intervalo de 24 minutos, o brasileiro Tita, Götz e Cha Bum-Kun anotaram os gols que forçaram o tempo extra e mais tarde a disputa de pênaltis. Falkenmayer errou pro Leverkusen, mas Urquiaga, Zuñiga e Losada desperdiçaram suas cobranças pro time catalão e o time alemão se sagrou campeão da Copa da Uefa.

Napoli 5×4 Stuttgart – 1988/1989

Esse foi um dos títulos mais marcantes do futebol italiano, que premiou um dos melhores times dos anos 80, o Napoli de Maradona e Careca. No jogo de ida, no San Paolo, a dupla sulamericana funcionou bem e ambos marcaram os dois gols do time italiano na virada sobre o Stuttgart, 2×1. Na volta, no Neckarstadion, jogo emocionante e que terminou 3×3, com o título do Napoli, com gols de Alemão e Careca pros italianos. O meu destaque vai pra reação do Careca após marcar seu gol. Ele parece pensar: “Putz, como posso jogar com um cara como o Maradona? Sou um privilegiado!”

Parma 2×1 Juventus – 1994/95

Na década de 90, os times italianos começaram a figurar nas finais da Copa da Uefa. Chegamos a ter a Inter bi-campeã, vencendo e uma final a Roma. A Juve, que já havia batido o Borussia Dortmund, chegou em 1995 a mais uma final e seu adversário era o Parma, de Gianfranco Zola e Faustino Asprilla. No jogo de ida, no Ennio Tardini, um gol de Dino Baggio, aos 5 minutos deu a vitória ao Parma. No jogo de volta, no San Siro, a Juve saiu na frente, com Vialli, mas Dino Baggio voltou a cena e fez o gol do título dos amarelos e azuis.

Internazionale (1) 1×1 (4) Schalke – 1996/97

Essa final foi muito lembrada recentemente devido ao reencontro das duas equipes na Champions League, mas de fato, foi uma final histórica. Na ida, no Parkstadion, o Schalke venceu por 1×0, gol de Willmots e na volta, no Giuseppe Meazza, o time alemão segurou a Inter por 84 minutos, até que Zamorano fez o gol que levou a partida pro tempo extra e mais tarde, os pênaltis. O Schalke não desperdiçou nenhuma cobrança, já para a Inter, Djorkaeff e Winter erraram. Assim, o Schalke se sagrou campeão da Copa da Uefa no mesmo ano em que seu rival, Borussia Dortmund era campeão da Champions League.

Internazionale 3×0 Lazio – 1997/98

Não botei esse jogo porque alguns interistas me pediram, hehe, mas porque foi a primeira final da Copa da Uefa disputada em jogo único. A partida foi disputada no Parc des Princes, em Paris, e com gols de Zamorano, Zanetti e Ronaldo, a Inter enfiou 3×0 na Lazio e ergueu o caneco.

 Galatasaray 0x0 Arsenal – 1999/00

Esse foi o dia em que Patrick Vieira, Thierry Henry e Dennis Bergkamp sucumbiram ao Galatasaray. No jogo disputado no Parken Stadium, na Dinamarca, tivemos um 0x0 movimentado, mas que levou a partida ao tempo extra e consequentemente aos pênaltis. Nenhum jogador do Galatasaray desperdiçou sua cobrança, já nos Gunners, Suker e Vieira acertaram a trave e o time turco pôde comemorar o título. Aliás, será que os jogadores do Arsenal sentiram medo do goleiro do Galatasaray? Era um tal de Taffael!

Liverpool 5×4 Alavés – 2000/01

Essa foi certamente uma das finais de torneios da Uefa mais épicas de todos os tempos. Aliás, em alguas listinhas que pude ver, colocaram esse jogo no Top 10 jogos da última década. E foi um jogo anormal para uma final de campeonato. As duas equipes foram pro intervalo com o placar de 3×1 pro Liverpool. Na etapa final, o Alavés reagiu e conseguiu o empate, com dois gols de Javi Moreno. Os Reds voltaram a frente com Robbie Fowler, mas aos 44 minutos, Jordi Cruijff – filho do Johann – conseguiu empatar e forçar a prorrogação. Quando nos encaminhavamos para os pênaltis, Delfí Geli, aos 27 minutos de prorrogação fez contra e o Liverpool se sagrou campeão com um 5×4 memorável, que realmente marcou o Westfallenstadion.

Celtic 2×3 Porto – 2002/03

Prévia do que viria à seguir. Esse título do Porto sobre o Celtic no Olímpico de  Sevilla – popularmente conhecido como elefante branco, primo distante de alguns estádios brasileiros da próxima Copa – foi o primeiro grande título de José Mourinho nos Dragões, que viriam no ano seguinte a serem campeões da Champions League. O brasileiro Derlei foi o grande nome do jogo, com dois gols, inclusive do do título, aos 25 minutos da prorrogação.

Sporting 1×3 CSKA Moscow – 2004/05

Era o jogo dos sonhos pro Sporting: o time português jogaria a final em casa, no José Alvalade, que no dia recebeu mais de 47 mil pessoas, quase lotação máxima – cabem 50 mil pessoas no estádio – ou seja, tudo conspirava para mais um título português. Porém, do outro lado tinha um CSKA, com Vágner Love e Daniel Carvalho, que acabaram com o jogo e calaram o Alvalade. 3×1 pros russos, que tinham um time pra lá de interessante, com Akinfeev, Daniel Carvalho, Olic, Vágner Love, Zhirkov e Krasic.

Middlesbrough 0x4 Sevilla – 2005/06

De forma surpreendente o Middlesbrough chegava a Eindhoven para a disputa da final da Copa da Uefa, mas acabou sendo sumariamente derrotado pelo histórico time do Sevilla, de Luís Fabiano, Renato, Kanouté, Adriano, Dani Alves e outros. Um 4×0 que até foi enganoso, já que os espanhóis venciam por 1×0 até os 37′ do segundo tempo, quando no desespero adversário mataram o jogo. Foi o início da saga do Sevilla, que resultou num bicampeonato.

Zenit 2×0 Rangers – 2007/08

Essa final ficou marcada por ser de duas zebras. O Rangers chegou a final do melhor modo escocês. Vencia jogos na base da ‘ignorância’ e se retrancava fora de casa, já o Zenit chocou a Europa, ao conseguir resultados expressivos, como um 4×0 no Bayern de Munich. Na final disputada no City of Manchester, os russos venceram com dois gols nos últimos 15 minutos de jogo. 2×0, gols de Denisov e Zyryanov.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: