Nem o juiz ajudou Ibisević

Thomas Helmer foi presenteado com o gol em que a bola não entrou

O Campeonato Alemão mal começou e já temos história para contar. O fato que destaco também nos remete a uma das passagens mais polêmicas dos 50 anos da Bundesliga.

No sábado, Stuttgart e Wolfsburg estreavam na Mercedes Benz Arena. Era um jogo morno, de poucas alternativas e algumas emoções. Não à toa, Vedad Ibisević e Bas Dost, atacantes dos Suábios e dos Lobos, respectivamente, pouco participaram do jogo. Porém, cada um teve a sua chance clara no final da partida, sendo que Dost foi o único que a aproveitou, fazendo o gol da vitória do Wolfsburg.

O que complicou a vida de Ibisević foi o fato de sua chance ter sido muito mais clara do que a de seu adversário. O atacante bósnio viu o goleiro Diego Benaglio espalmar sua cobrança de pênalti aos 43 minutos do segundo tempo e ainda desperdiçou o rebote que caiu em seu pé direito e com a trave escancarada.

Fiquei chocado com o lance. Não é tradição da Bundesliga ter placares zerados e já sair um na estreia não era bom prenúncio. Menos mal que Dost evitou o “oxo”.

Outro cidadão que poderia ter evitado o placar zerado era o árbitro Tobias Welz. Sim, o juizão poderia ter dado uma “mãozinha” ao Stuttgart e concretizar o gol de Ibisević, mesmo com a bola indo na lua. Falo isso porque este caso está indiretamente ligado a uma história que aconteceu na Bundesliga 1993/94.

O Bayern liderava o campeonato com dois pontos de vantagem para o Kaiserslautern de Friedel Rausch. Enquanto isso, o Nürnberg lutava na outra ponta da tabela e estava uma posição acima da zona de rebaixamento. Porém, com três rodadas para disputar, o Club tinha quatro pontos de vantagem para o primeiro time dentro da zona de descenso, o Freiburg.

As duas equipes se enfrentaram no dia 23 de abril de 1994, em jogo válido pela rodada de número 32. O Bayern tinha noção de que precisava do resultado e partiu para cima desde o início, bombardeando o gol de Andreas Köpke.

A chance mais clara veio no final da primeira etapa, quando a bola sobrou na pequena área para o zagueiro Thomas Helmer, contratação mais cara da Bundesliga na época. Era só empurrar para dentro, era um gol fácil, mas como um beque caneleiro – coisa que não era -, Helmer se enrolou com a pelota e mandou fora. O jogador estava desolado, era a chance de abrir o placar.

Os jogadores do Nürnberg já se aprontavam para nova cobrança de escanteio, até que uma nova cena dá ares renovados a partida. Os jogadores do Bayern passam a abraçar Helmer, não para consolá-lo, mas sim para festejar, enquanto o pessoal do Nürnberg vai ao árbitro para saber o que aconteceu. O juiz Hans-Joachim Osmers e o bandeira Jörg Jablonski viram, sabe-se lá como, a bola entrar e deram o gol, quando ficou nítido que isso não aconteceu. Ninguém entendeu nada, até por isso, a reclamação nem foi tão acintosa. Esse lance é conhecido até hoje como “Phantomtor” – “Gol Fantasma” – e talvez seja a alcunha mais marcante de lances característicos do futebol alemão, ao lado de “Wembley Tor” – referência ao gol do título mundial da Inglaterra.

O Bayern terminara a partida como vencedor, 2×1, mas o gol de Helmer poderia ser só mais uma página cômica do futebol alemão se o argentino Sergio Fabian Zárate não perdesse um pênalti no final do jogo, o que deixaria tudo igual e mudaria os rumos do campeonato.

Até hoje, Hans-Joachim Osmers exibe, de forma orgulhosa, o quadro com o “Phatomtor”

Com a derrota, o Nürnberg entrou com um protesto junto a Bundesliga e a Federação Alemã para anularem a partida. Dito e feito! Após todos os jogos da penúltima rodada, houve o reencontro entre as equipes bávaras e o Bayern passou por cima, goleando por 5×0.

Por fim, o Bayern conquistou a Bundesliga com um ponto de vantagem para o Kaiserslautern, enquanto o Nürnberg acabou rebaixado pelo saldo de gols.

Tá certo que um Phantomtor na primeira rodada do Campeonato Alemão não traria grandes consequências na atual temporada, como trouxe em 1994, mas seria uma página histórica do futebol na terra do chucrute.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s