Danke, Alves!

Imagem que retrata a primeira entrada em campos alemães de Alex Alves

Era rotineiro! Quando Alexandro Alves do Nascimento balançava as redes do time adversário, ele comemorava jogando capoeira. Não era nenhuma dancinha chamativa, nem um sinal que ficou batido com o passar dos anos. Era algo original, era uma comemoração que fazia os torcedores de seu time esperar ainda mais pelo momento em que a bola entrasse.

Hoje, no dia 14 de novembro de 2012, o mundo não poderá mais ver essa comemoração, nem na final da Copa do Mundo, nem em uma pelada de fim de semana.. Alex Alves perdeu a luta contra a leucemia e acabou falecendo em Jaú, São Paulo.

Muito lembrado no Brasil por suas passagens em clubes brasileiros nos anos 90, Alex também escreveu sua história em campos europeus. O atacante surgiu bem no Vitória, mas precisou rodar por Palmeiras, Juventude e Portuguesa antes de se firmar no Cruzeiro no final dos anos 90 e conseguir uma transferência para o exterior.

Na passagem de 1999 para 2000, o Hertha Berlin desembolsou 15 milhões de euros para tirá-lo do clube mineiro. Sua estreia foi no dia 04 de fevereiro de 2000, no duelo fora de casa contra o Hansa Rostock. Alex foi titular, formando dupla de ataque com Michael Preetz – hoje, diretor esportivo do clube. Com o time da capital vencendo pelo placar mínimo, o brasileiro foi sacado nos minutos finais do jogo, dando espaço para o iraniano Ali Daei.

Não demorou muito para Alex Alves se tornar peça de confiança do técnico Jürgen Röber, sendo titular no restante da temporada. O ponto alto dos primeiros seis meses do baiano em Berlin foi na UEFA Champions League, em confronto diante do Barcelona. O Hertha tentou se engraçar com o time dos irmãos de Boer, Xavi, Figo, Kluivert e Rivaldo e saiu na frente com menos de dez minutos, gol do personagem principal desta matéria. O time alemão não conseguiu suportar a pressão e deixou a Catalunha derrotado por 3×1.

O saldo de sua temporada de estreia na Bundesliga foi positivo, se tratando de um jogador que tinha sua primeira experiência internacional, acumulando quatro gols e uma assistência em seus quinze jogos.

Na temporada seguinte, já adaptado ao futebol alemão, Alex Alves se firmou no elenco do Hertha Berlin e participou de grande parte dos jogos da equipe. O início não foi muito bom, com uma precoce eliminação na Copa da UEFA diante do Amica Wronki, que era na época, tri-campeão da Copa da Polônia. Porém, foi justamente nesta temporada que Alex Alves conseguiu seu feito mais impressionante em terras germânicas.

O Hertha recebia o Colônia pela sétima rodada do Campeonato Alemão e, para decepção das 38 mil pessoas que foram ao Olympiastadion, o time da capital perdia por 2×0. O segundo gol dos Bodes foi marcado Dirk Lottner e justamente aí surgiu Alex. As duas equipes nem haviam assimilado o tento corretamente e na saída de bola, Alex Alves acertou um fantástico chute de pé direito do círculo central, pegando o goleiro Markus Pröll com as calças arriadas. Era o início da rápida reação berlinense, que só se encerrou no começo da etapa complementar, quando o placar apontava 4×2 para o Hertha.

O nome de Alex Alves ficou marcado em toda a história do futebol alemão quando viu seu gol ser eleito o mais bonito de 2000 pela TV alemã ARD. Alex havia se tornado o segundo brasileiro agraciado com o prêmio. No ano anterior, Giovane Elber teve seu gol contra o Hansa Rostock eleito o mais bonito. Assista o gol de Alex Alves abaixo:

Nos anos seguintes, o baiano não conseguia evoluir dentro de campo, porém, seguia marcando regularmente. Só que os problemas fora de campo acabaram pesando no rígido controle alemão e em 2003, Alex Alves voltou ao Brasil para defender o Atlético/MG, decisão que pesou na consciência do atacante, que disse, mais tarde, ter se arrependido de ter saído do Hertha, clube onde fez 25 gols e deu 15 assistências em 81 partidas..

Descanse em paz, Alex Alves! Vá com a certeza de que a torcida berlinense guardou as boas lembranças que você deixou por lá!

Alex Alves, em pouco tempo, marcou a vida dos berlinenses

*Crédito das imagens: Getty Images

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s