Domingo clássico na Inglaterra

Tyne-Wear Derby mobiliza a segurança

O domingo na Inglaterra ficou reservado pros clássicos.

Tivemos três jogos regionais e de grande rivalidade, fora outro de duas equipes fortes que são candidatas ao título.

Asamoah Gyan fez esse gol aí no finzinho do jogo (AFP)

Pela manhã, dois clássicos no mesmo horário. Falarei primeiro do Tyne-Wear Derby, realizado entre Sunderland e Newcastle. As duas equipes estão separadas por 10 milhas e a rivalidade é intensa e essa rivalidade foi transportada pro campo. Muitas divididas, muitas cotoveladas e até confusão após o término do jogo – o goleiro do Newcastle, Harper, foi agredido por um torcedor do Sunderland -. Os gols só saíram na etapa final. Nolan de calcanhar abriu o placar pros Magpies e nos acréscimos de Howard Webb, Asamoah Gyan marcou sem querer. Bardsley finalizou, Harper espalmou e a bola bateu no ganês e entrou.

O tropeço não foi bom pro Sunderland. Se os Black Cats ainda querem chegar a alguma competição europeia, deveriam ter vencido seus rivais. Eles ficam agora na 6ª colocação com 34 pontos. Já pros Magpies, o resultado só fica ruim pelo fato da vitória ter escapado nos acréscimos, mas na classificação não foi ruim. O Newcastle está na 9ª colocação, com 29 pontos.

Não deu, Foster (Getty Images)

Ainda na manhã, tivemos o Derby de Birmingham, o clássico entre Birmingham City e Aston Villa. Diferentemente do Tyne-Wear Derby, que teve muita pancada, o derby de Birmingham foi um jogo mais aberto, ainda mais pelo desespero das duas equipes que ocupam posições nada confortáveis. Foi um jogo cheio de oportunidades dos dois lados, mas gols somente na etapa final. Os Blues abriram o placar com Johnson, desviando cobrança de falta de Murphy. O zagueiro Collins empatou pro Villa.

As duas equipes seguem “respirando juntos”. Isso porque o Birmingham é o 16º com 23 pontos e o Aston Villa é o 17º com 24 pontos. As duas equipes ocupam as duas primeiras posições acima da zona de rebaixamento.

Os Reds saíram na frente na etapa inicial (Getty Images)

Um pouquinho mais tarde, tivemos o derby de Merseyside, disputado entre Liverpool e Everton. Esse duelo não tem tanta rivalidade fora de campo, tanto até que esse derby é chamado de Derby da Amizade, devido ao grande número de famílias que comparecem nesses duelos. A rivalidade fica restrita para dentro das quatro linhas.

Vimos um jogo muito disputado em Anfield. Na primeira etapa, o Liverpool foi um pouquinho melhor, principalmente porque foi para cima. O Everton preferia se defender e tentar sair rápido no contra-ataque. Em algumas vezes até conseguiu graças a alguns passes errados do lado vermelho, mas não era sempre que levava perigo ao gol de Reina. Após muito tempo, Fernando Torres voltou a fazer uma partida convincente. O espanhol soube o que fazer nas bolas que recebia e em um lance, trombou com Distin, ganhou a jogada, deu um corte no marcador e deu um belo chute que acertou a trave. Seria um gol de placa. Outro que foi bem foi o português Raúl Meireles, uma das válvulas de escape dos Reds, sempre chegando ao ataque e abrindo o placar também. Ele aproveitou rebote de Howard pra mandar pras redes.

Beckford havia virado o jogo (Getty Images)

O segundo tempo mudou muito. Com poucos minutos, o Everton virou o jogo com gols de Distin e Beckford, ambos aproveitando bobeiras da defesa do Liverpool, que errava tecnicamente e principalmente em posicionamento. Os Reds conseguiram o empate num pênalti polêmico. Após chute errado de Skrtel, Maxi e Howard foram para a disputa e o argentino caiu. Na hora, deu a impressão de que o árbitro Phill Dowd havia dado saída de bola pela linha de fundo e após muitas reclamações, o pênalti foi marcado. Não sei não, mas acho que foi no grito. A marcação não foi clara. Não deu pra saber se “foi no grito” ou se foi alguma sinalização do auxiliar. Só sei que eu não daria pênalti. Tanto Howard quanto Maxi visam a bola e contato é nas pernas, sendo que nítidamente o goleiro vai atrás da bola com as mãos, pra mim foi choque de jogo. Mas tanto faz, porque Kuyt converteu.

Se Villa e Birmingham estão juntinhos na tabela, a mesma coisa pode ser dita de Liverpool e Everton. Os Toffees estão na 12ª colocação e os Reds estão na 13ª colocação e ambos tem 26 pontos – o Everton tem melhor saldo de gols.

Spurs e United fizeram jogo decepcionante (Reuters)

O outro jogo do dia era o mais esperado: Tottenham e Manchester United. A partida deixou a desejar. O jogo foi muito pegado, de muitos erros de passe e poucas emoções. No lado do Tottenham, era esperado que Gareth Bale literalmente acabasse com Rafael. Não foi bem isso que aconteceu. O galês não esteve em um de seus melhores dias. Tocou pouco na bola e errou muitos cruzamentos. O brasileiro mostrou personalidade. Fez Bale se preocupar com sua subida e não com sua marcação. Rafael apareceu bem no ataque, mas foi expulso. Ele levou dois cartões amarelos e deixou o United e situação delicada no fim do jogo.

O 0x0 ficou de bom tamanho. Na primeira etapa, não houve um domínio amplo de alguma equipe. O Tottenham parecia afobado e o Manchester nervoso, por isso muitos erros. Na etapa final, os Red Devils até começaram pressionando, mas a expulsão de Rafael jogou os planos da vitória por água abaixo. Jogando com um à mais, os Spurs se viram obrigados a jogar no ataque, mas não conseguiram furar a defesa do United.

O Manchester United permanece na liderança. Tem os mesmos 45 pontos do rival local, o Manchester City, mas com melhor saldo e duas partida a realizar, os Red Devils levam uma grande vantagem em relação aos Sky Blues. Já o Tottenham não entra no G4. Os Spurs estão na 5ª colocação com 37 pontos, um atrás do Chelsea.

TÓPICOS INGLESES

>>O Manchester City passou sufoco no sábado. Os Citizens venciam o Wolverhampton por 4×1 e quase cederam o empate. A partida terminou 4×3 e o City fica na vice-liderança com 45 pontos. Os Wolves tem 21 pontos e estão na vice-lanterna;

>>O bósnio Edin Dzeko estreou pelo City justamente contra o Wolves. Pra quem não entendeu, ele jogava no Wolfsburg, que tem de apelido Lobos, mesmo apelido do Wolverhampton;

>>O Arsenal passou sem grandes dificuldades pelo rival local, o West Ham. 3×0 e a 3ª colocação com 43 pontos assegurada. Os Hammers seguram a lanterna com 20 pontos;

>>Destaque do jogo foi Van Persie, que fez dois gols e deu uma assistência;

>>O Chelsea reencontrou o caminho das vitórias e bateu o Blackburn por 2×0 e ficam na 4ª colocação com 38 pontos. Os Rovers estão na 11ª colocação com 28 pontos;

>>No jogo dos desesperados, melhor pro Fulham, que ficou no 1×1 com o Wigan fora de casa e permanece fora da zona perigosa. Os Cottagers ficam na 15ª colocação com 23 pontos  com e um ponto à menos, mas três posições abaixo vem o Wigan;

>>Demais Resultados: Stoke 2×0 Bolton; WBA 3×2 Blackpool

Classificação (Premier League)

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Que mal lhe pergunte, mas…alguém quer ser campeão italiano?

Os dois líderes tropeçaram e digo mais. Estão deixando a Inter chegar. Os Nerazzurri chegam a 4ª vitória seguida no comando de Leonardo e tem dois jogos à menos que o líder Milan. A diferença é de nove pontos. Se a Inter vencer seus dois jogos que tem de fazer e vencer o derby della madonnina assume a ponta – claro, dependendo dos critérios de desempate -. Ou seja, a Inter depende de si pra ser campeã.

Eto'o teve atuação de gala (AP)

No jogo deste fim de semana, a Inter contou com grande atuação do camaronês Eto’o. O camisa 9 da Inter fez dois belos gols – um numa bela tabela com Milito e finalizando colocando e o segundo numa cobrança de falta perfeita – e ainda deu uma assistência pro gol de Stankovic na goleada sobre o Bologna por 4×1. Milito fez o quarto gol interista e Jimenéz descontou pro Bologna.

A Internazionale permanece na 6ª colocação, agora com 32 pontos. Mas como citei antes, o time Nerazzurri tem dois jogos à menos, se vencer os dois, fica três pontos atrás do Milan e ainda tem o clássico no segundo turno. Ou seja, depende de si. O Bologna tem 22 pontos e está na 16ª colocação.

É, Cassano! Assim não dá! (AFP)

O tropeço do Milan foi fora de casa…mas foi para um dos últimos colocados, o Lecce. Destaque do jogo para Zlatan Ibrahimovic, que fez um golaço, um chute fantástico do meio da rua, que pegou Rosati de surpresa. Só que Rúben Olivera empatou e estragou a festa do Milan. O time Rossonero tinha visto no dia anterior o vice-líder Napoli ficar no 0x0 com a Fiorentina e com a vitória provisória, abria seis pontos na liderança.

Não é nada, não é nada, mas o Milan soma seu terceiro tropeço em cinco jogos – empates contra Udinese e Lecce e derrota pra Roma – e só não perdeu a liderança porque adversários como Napoli e Lazio foram incompetentes. O Milan está na liderança com 41 pontos, quatro pontos à mais que o vice-líder Napoli. Já o Lecce segue na zona de rebaixamento – 18ª colocação com 19 pontos.

TÓPICOS ITALIANOS

>>No finalzinho a Lazio voltou a vencer após duas rodadas. Os Biancocellesti derrotaram a Sampdoria por 1×0, gol de Kozák, aos 39 minutos do segundo tempo. A Lazio tem 37 pontos e está na 3ª colocação, enquanto a Samp está em 10º lugar com 26 pontos;

>>A Roma levou sorte nesta rodada. Bateu o Cesena por 1×0, gol contra de Pellegrini, aos 44 minutos do segundo tempo. Os Giallorossi estão na 4ª colocação, com 35 pontos, enquanto os Cavallucci Marini estão com 19 pontos, na 17ª colocação;

>>Após três tropeços consecutivos, a Juventus voltou a vencer: 2×1 pra cima do Bari. Agora, a Vecchia Senhora está na 5ª colocação, com 34 pontos, enquanto os Biancorosso estão na lanterna, com 14 pontos.

>>Na parte debaixo da tabela, destaque pro Brescia, que voltou a vencer após três partidas, vitória por 2×0 sobre o Parma, mas os Biancoazzurri permanecem na zona de rebaixamento, com 18 pontos. O Parma é o 14º com 22 pontos;

>>Demais resultados: Catania 1×1 Chievo; Genoa 2×4 Udinese; Cagliari 3×1 Palermo.

Classificação (ESPN)

Isso que eu chamo de “do inferno ao céu”

 

O mundo estava caindo para Gomes (Getty Images)

Volta e meia nesse mundo futebolístico um jogador vai do céu ao inferno e vice-versa. Geralmente essas histórias se caracterizam por jogadores que fazem besteiras e mais tarde fazem algo de outro mundo, ajudando seu time e novamente, vice-versa. Hoje foi um desses casos, aliás, dois desses casos.

Do banco pro céu, do céu pro inferno (AFP)

O Tottenham conseguia uma vitória importante sobre o Chelsea. Os Spurs perdiam o meio-campo e se viam obrigados a fazer lançamentos em velocidade para Defoe, Lennon e Bale e em um desses saiu o gol. Após troca de passes, só que entre os defensores, Assou-Ekoto lançou Defoe em profundidade. Ele ganhou da marcação e tocou para Pavlyuchenko, que dominou e bateu de pé esquerdo, no cantinho de Cech. O Chelsea tinha Drogba e Lampard no banco. O marfinense estava no banco por opção de Ancelotti, já o inglês estava voltando de contusão. O jogo seguia lá e cá. As duas equipes estavam atacando sempre e já com Drogba em campo, que entrou no intervalo, o camisa 11 tratou de decidir. O goleiro Petr Cech deu um bicão para frente, Drogba disputou com Dawson e meio de braço, meio de ombro (seja seu ombro ou de Dawson) dominou, entrou na área e bateu em cima de Gomes, a bola queimou e foi ‘pererecando’ pras redes. Falha feia de Gomes. O goleiro brasileiro estava indo pro inferno e Drogba pro céu. Após esse gol, o Chelsea cresceu e o goleiro brasileiro dava sinais de nervosismo. Até que aos 46 minutos, já com Lampard em campo, Gomes praticamente atropelou Ramires dentro da área. Pênalti e cenário de ódio marcado para Gomes. O goleiro brasileiro engoliu um frangaço e ainda fez um pênalti bobo nos acréscimos. Acontece que Drogba foi para a bola, cobrou e… Gomes foi buscar, se tornando herói do Tottenham e Drogba virando vilão dos Blues. Os Spurs, com o empate chegam a 27 pontos, na 5ª colocação. O resultado foi ruim pro Tottenham, pois fica quatro pontos atrás do primeiro time no G4, que é justamente o Chelsea.

Muamba e Elmander vibram com a bela campanha do Bolton (Getty Images)

E o Bolton, hein? Segue com bela campanha na Premier League. The Trotters conseguiram hoje mais uma vitória sobre o Blackburn e estão em colocação surpreendente. Mesmo jogando com um à menos (Mark Davies havia sido expulso), o Bolton saiu na frente com Muamba. Quando a vitória parecia certa, aos 43 minutos do segundo tempo, Diouf deixou tudo igual. Só que no minuto seguinte, Holden fez o gol da vitória dos Trotters. Você tem ideia de que posição está o Bolton? 6º lugar, com 26 pontos, cinco pontos atrás do G4, grande campanha dos comandados de Owen Coyle. O Blackburn está na 13ª colocação com 21 pontos, cinco acima da zona de rebaixamento.

Menção Honrosa para o Wolverhampton, que venceu o Birmingham por 1×0 e saiu da lanterna.

*Expectativa para amanhã, quando Manchester United e Arsenal se pegam no Old Trafford.

 

Boateng virando artilheiro (AP)

Agora na Itália, o Milan passou por cima do Bologna e dispara na liderança da Série A.

Robinho jogando bem (AP)

O Milan abriu 2×0 logo na primeira etapa. Boateng abriu o placar. Robinho fez o segundo. O brasileiro camisa 70 tem se adaptado muito bem ao futebol italiano. Ele tem se tornado uma das peças importantes pro Milan. Só noto uma coisa: O Ronaldinho não tem jogado nada, quando entra e faz duas jogadas razoavelmente boa, já falam que o ‘melhor do mundo voltou’, agora o Robinho já esgotou a paciência de muita gente, inclusive a minha, mas o fato é que ele tem jogado muito bem, mas tem muita gente ainda que compra a ideia de que ele não tem jogado nada. Na etapa final, foi a vez de Ibrahimovic ser lançado, matar no peito e mandar pras redes. Ainda deu tempo para Marco Dí Vaio perder um pênalti. O Milan lidera a Série A com 36 pontos, seis à frente dos três times seguintes, já o Bologna tem 19 e é o 14º.

A Juventus conseguiu uma grande e emocionante vitória em casa, sobre a Lazio. As duas equipes acabaram com boa parte do “estoque de gols” no comecinho da primeira etapa. Com 2 minutos de jogo, Aquilani cobrou escanteio na área e Chielini mandou para as redes. Aos 14 minutos, bola na área da Juve, bola quicando aqui, quicando ali e Zárate empatou. Enquanto o jogo seguia e o empate parecia estar consolidado, o destaque da Juventus decidiu. Milos Krasic carregou na direita, entrou na área e quase sem ângulo, viu o goleiro Muslera dar uma pequena escorrada e tocar no cantinho, isso aos 49 minutos do segundo tempo. E esse gol do sérvio foi de nível de decisão muito alto. A Juve sobe agora para a vice-liderança, com 30 pontos, enquanto a Lazio tem os mesmos 30 pontos, mas está na 4ª colocação. Bom resultado pro Milan, que abre 6 pontos na liderança.

Menção Honrosa para a Roma, que venceu o Bari em casa por 1×0, gol de Juan.

*Vale lembrar que a Inter não jogou nesta rodada porque está no Mundial.

Classificação


Precisava desse sofrimento no aniversário do “professor”?

 

Park fez o gol decisivo (PA)

Neste sábado, o técnico Alex Ferguson completa 24 anos no comando do Manchester United, mas seu time de presente, lhe deu um jogo suado e complicado diante de um dos últimos colocados, o Wolverhampton.

O jogo contra o Wolves começou com uma notícia triste, mas que não deixa de ser uma rotina. Owen Hargreaves, que voltava após dois anos, se contundiu com 6 minutos. Êta zica!!! O gol dos Red Devils custou a sair. Só aos 44 minutos, quando Fletcher deu belo passe para Park Ji-Sung mandar para as redes. Na etapa final, um dos pupilos de Alex Ferguson entrou e decidiu… pro adversário. Sylvan Ebanks-Blake, que jogou no United de 2004 à 2006 e era uma das grandes promessas do clube, mas que não deu em nada, entrou no lugar de Hunt aos 19 minutos do segundo tempo, no minuto seguinte, ele recebeu na grande área e não perdoou, caixa! O Wolves se retraiu e o Manchester mantinha seu time inteiro no campo de ataque. Park, que havia tentado umas duas vezes, cortes pro meio, na última conseguiu, passando por dois e finalizando no canto esquerdo de Hahnemann. É um gol de várias interpretações: de justiça, pelo time que atacou no último quarto da partida, de pecado ao time que batalhou para segurar um grande empate, mas de injustiça, pois o United não apresentou futebol que lhe fizesse merecer a vitória. O Manchester agora é o vice-líder com 23 pontos, só secando o Chelsea no clássico contra o Liverpool. O Wolves é o vice-lanterna com somente 9 pontos.

– O Tottenham é disso! Na terça-feira, os Spurs não tomaram conhecimento dos campeões europeus na Champions League, e neste sábado, foi derrotado pelo Bolton, no Reebok Stadium. Sem muitas dificuldades, The Trotters abriram 3×0, com dois gols de Kevin Davies e um de Steinsson. O Tottenham esboçou uma reação, descontando com dois belos gols de Hutton e Pavlyuchenko, mas no contra-ataque, Petrov matou o jogo nos 4×2. O Bolton está na surpreendente 5ª colocação com 15 pontos, uma posição abaixo, com o mesmo número de pontos vem o Tottenham.

Demais Resultados do Sábado

Birmingham 2×2 West Ham
Gols: Jerome, Ridgewell (BIR), Piquionne e Behrami [WHU]

Blackburn 2×1 Wigan
Gols:  Pedersen, Roberts [BLA] e N’Zogbia [WIG]

Blackpool 2×2 Everton
Gols:  Eardley, Vaughan [BLA], Cahill e Coleman [EVE]

Fulham 1×1 Aston Villa
Gols: Hangeland [FUL] e Albrighton [AVF]

Sunderland 2×0 Stoke
Gols: Asamoah Gyan (duas vezes) [SUN]

Amanhã

Arsenal x Newcastle
Manchester City x WBA
Liverpool x Chelsea

INTER TROPEÇA

 

Penaltizinho maroto..... (La Presse)

A Internazionale não atravessa um bom momento. Os Nerazzurri não mostram um bom futebol nesta temporada até quando vencem e hoje, contra o Brescia, a Inter tropeçou de novo.

Mesmo jogando no Giuseppe Meazza, o Brescia não se assustou e aos 14 minutos saiu na frente, com Caracciolo. Ainda na etapa inicial, a Inter perdeu Maicon, que saiu contundido. O gol de empate só veio aos 25 minutos da etapa final, com Samuel Eto’o. O resultado foi desastroso para a Inter, que fica com 19 pontos, na segunda colocação. A líder Lazio, tem 22 e amanhã tem clássico com a Roma, que vive mal momento, a chance dos Biancocellesti abrir sete pontos na ponta. É claro que empatar com a Inter é bom pro Brescia, mas em questão de classificação é ruim, pois a equipe fica na 16ª colocação, com 10 pontos.

– Como sempre pro Bologna, Marco Di Vaio foi decisivo pro Bologna. O artilheiro do Bolognesi foi decisivo com um gol e uma assistência pro gol de Gimenez na vitória por 2×0 sobre o Lecce. O Bologna é o 12º com 11 pontos, enquanto o Lecce também tem 11 pontos, mas é o 13º.

Domingo

Fiorentina x Chievo
Juventus x Cesena
Lazio x Roma
Napoli x Parma
Sampdoria x Catania
Udinese x Cagliari
Bari x Milan
Palermo x Genoa