Le Podcast du Foot #59 – Os franceses lá fora

LPDF 59

Foto: Reprodução

Le Podcast du Foot chega a sua edição #59 para falar das ambições das equipes da França em âmbito europeu. A fase de grupos da Uefa Champions League começa nas próximas semanas e os times franceses estão se preparando para fazer bonito. Paris Saint-Germain, Monaco e Lyon fazem as últimas contratações e os primeiros ajustes antes do debute em seus respectivos grupos.

O time da capital francesa, equipe mais forte do país, ficou no grupo A, ao lado de Arsenal, Basel e Ludogorets. O Lyon, vice-campeão francês na última temporada, caiu numa chave difícil, a H, ao lado de Juventus, Sevilla e Dínamo Zagreb. Já o time do Principado terá pela frente Bayer Leverkusen, Tottenham e CSKA Moscou, no grupo E.

Nesta edição, se reuniram Eduardo Madeira, Filipe Papini e Renato Gomes para analisar e projetar a participação francesa na Champions League. Além disso, demos uma palhinha do que pode acontecer na Liga Europa.

Clique abaixo e ouça o programa!

lpdfp

Chance de ouro

O Lyon terminou a temporada 2010/11 aos frangalhos.

Claude Puel era criticado; jogadores do próprio elenco criticavam o técnico; haviam até casos de atletas que saiam no braço com torcedores, graças a má campanha da equipe; contratações como a de Yoann Gourcuff se tornaram verdadeiros fracassos; e a vaga para os playoffs da Uefa Champions League foi conquistada muito mais pelos vários vacilos do Paris Saint-Germain do que por seus próprios méritos.

Era normal então que os torcedores do Lyon não tivessem grandes ambições para a temporada seguinte.

Rémi Garde feliz da vida com o bom início do Lyon

A grande alegria dos torcedores foi a saída de Claude Puel. Porém, no lugar do controverso treinador, chegou o inexperiente Rémi Garde. “Patrimônio” do Lyon – Garde é cria do clube e jogou no OL de 1987 até 1993 -, Garde teria no OL seu primeiro desafio profissional como técnico. Anteriormente, ele havia sido assistente técnico de Paul Le Guen e Gérard Houllier quando estes passaram pelo Lyon. De lá pra cá, virou dirigente e mais tarde treinador dos times de base do OL.

Somada a essa inexperiência, poucos reforços chegaram para Garde, que teve que se virar basicamente com o que Puel também tinha.

Era esperado um início turbulento no Campeonato Francês, sem esquecer da Champions League. O Lyon havia caído num complicado grupo, onde bateria de frente com equipes como Real Madrid e Ajax.

Mas o início de temporada do Lyon foi totalmente diferente do que os torcedores poderiam imaginar.

Nas primeiras seis rodadas da Ligue 1, Les Gones permaneceram imbatíveis. Apenas na 7ª rodada o Lyon veio a perder – 1×0 diante do Caen. Hoje, os comandados de Rémi Garde tem 17 pontos e dividem com Paris Saint-Germain e Toulouse a liderança da liga após 8 jogos.

Não eram só os resultados que chamavam a atenção, mas também o modo como a equipe jogava e se portava dentro das quatro linhas. Era uma atitude bem diferente da vista nos tempos de Puel.

Já na Champions League, o Lyon terá nesta terça-feira uma chance de ouro de começar a encaminhar a vaga para as oitavas-de-final do torneio.

Ajax e Lyon ficaram no zero (Reuters)

Após interessante 0x0 contra o Ajax em Amsterdã, o OL receberá no Gerland a equipe mais fraca do grupo, o Dínamo de Zagreb. Chance de ouro pro Lyon vencer – e vencer bem para fazer saldo – e ir tranquilo pros dois jogos seguidos diante do Real Madrid.

O Lyon tem se mostrado uma equipe bem equilibrada. Lovren e Koné tem estado firmes na marcação, sempre contando com a segurança de Hugo Lloris na meta. No meio campo, Gonalons tem jogado muito bem e feito a torcida do Lyon esquecer Toulalan, enquanto Källstrom segue sendo o maestro da “meiuca”. Mais à frente, o brasileiro Michel Bastos e o francês Gomis tem mostrado bom entrosamento e sempre são a válvula de escape do time. A velocidade de Bastos somada com a presença de área de Gomis são fatores que contribuem para uma maior combinação entre ambos, e consequentemente, no entrosamento e evolução do time.

Jogando em casa, o Lyon tem a obrigação de bater o Dínamo de Zagreb, pois se não conseguir isso, o 0x0 conquistado na Amsterdã ArenA de nada servirá. Uma boa vitória sobre os croatas deixará o time francês mais leve e tranquilo para enfrentar o Real Madrid por duas vezes seguidas. Essas características são boas, pois tornam o Lyon um franco-atirador nesses duelos, podendo partir para cima sem aquele temor de sofrer gols nos contra-ataques.

Outro motivo para tornar a vitória sobre o Dínamo de Zagreb obrigatória. Pegar o Real Madrid por duas vezes seguidas, tendo como obrigação vencer pelo menos um dos dois jogos é difícil. Os jogadores não ficam só pressionados, como ficam também com medo de partir pra cima e estragar tudo lá atrás.

É a chance do Lyon começar a encaminhar a vaga no enroscado Grupo D!

Curtinhas da rodada:

Jupp Heynckes prepara o Bayern pra pegar o City

– O grande jogo da rodada acontecerá na Alianz Arena, Bayern x Manchester City. Os Citizens entrarão na partida com a obrigação de vencer, já que empataram na 1ª rodada. Tarefa complicada, já que os bávaros sofreram somente um gol na temporada. O Napoli receberá o Villarreal e tem tudo para vencer e começar a complicar a vida do Manchester City no grupo;

– No Grupo B, Inter e Lille jogarão fora de seus domínios, mas ambos tem a obrigação de vencer. Os italianos perderam em casa pro Trabzonspor e agora não podem pensar nem em empatar com o perigoso CSKA na Rússia. Já o Lille deixou a vitória escapar contra os russos e agora tem de perder a ingenuidade e partir pra cima do Trabzonspor;

– Rodada importante para Leverkusen e Valencia no Grupo E. Os alemães pegam o Genk e os espanhóis o Chelsea. Ambos jogam em casa e nenhum dos dois pode pensar em perder pontos antes dos confrontos diretos nas rodadas 3 e 4;

– Jogo dos renascidos no Vélodrome: O Marseille, que finalmente venceu na Ligue 1, contra o Borussia Dortmund, que voltou a vencer na Bundesliga. Os franceses podem até especular com o empate, mas o BVB nem tanto, já que empatou no primeiro jogo;

Aos poucos começa a Champions League

1491249_w2
Começou o maior campeonato de clubes do mundo. A Champions teve nesta terça-feira a sua primeira fase eliminatória iniciada, com a 2ª fase pré-eliminatória (na 1ª fase foram dois duelos, por isso vamos “arredondar” e dizer que começa agora) nos jogos de ida. Como são muitos jogos, vou dar só uma passada por cima da maioria dos resultados. Um ou outro eu destaco. No fim do post, vai  já como será a outra fase, pois o sorteio já foi feito.

*Fora de casa, o Sparta Praga (República Tcheca) abriu boa vantagem contra a equipe do Liepajas Metalurgs (Letônia). No primeiro tempo, somente um gol, de Kadlec, na etapa final, Wilfried fez dois belos gols e deu números finais. O time tcheco terá de ser goleado para ser eliminado.

*O Red Bull Salzburg (Austria) que foi a sensação da última Liga Europa, começou bem a fase eliminatória da Champions League, com uma sonora goleada. Contra o HB Torshavn (Ilhas Faroé), 2×0 no primeiro tempo, com Zárate e Jantscher (de voleio). Na etapa final, Ulmer fez um gol “meio espirita” (a bola parecia que iria fora, mas caiu dentro do gol), Wallner fez outro belo gol e Hierlander fechou a conta em 5×0. Só uma tragédia tira o time austríaco da próxima fase.

Outro time que goleou foi o Hapoel Tel Aviv (Israel). Contra o Zeljeznicar (Bósnia), os israelenses mataram o jogo em uma etapa só. Shivhon, Lala, Beslija (contra) e Lala, mais duas vezes fecharam em 5×0 e só um milagre tira o Hapoel da próxima fase.

*Outra equipe que goleou foi o Dinamo de Zagreb (Croácia), que atropelou o Koper (Eslovênia). Os croatas sofreram um susto, já que Bubanja abriu o placar para os visitantes, mas a virada já aconteceu no primeiro tempo com Mandzukic e Slepcka. Na etapa final, Mandzukic fez mais um e os brasileiros Sammir e Etto fecharam em 5×1.

*Vamos falar de mais uma goleada, a do Bate Borisov (Bielo-Rússia) sobre o FH (Islândia). Os gols só saíram no segundo tempo, e o time bielo-russo abriu 5×0 com Nekhaychik, três vezes, Bressan e Rodionov. Os visitantes descontaram com Björnsson, que agora precisaram do 4×0 para se classificar.

Demais Resultados

Inter Baki 0x1 Lech
Levadia 1×1 Debrecen
Birkirkara 1×1 Zilina
Litex 1×0 Rudar
Omonia 3×0 Renova
AIK 1×0 Jeunesse Esch
Bohemians 1×0 TNS
Aktobe 2×0 Olimpi Rustavi
Hekranas 1×0 HJK
Sheriff 3×1 Dinamo Tirana
Partizan 3×1 Pyunik
Linfield 0x0 Rosenberg

1505657_w2
Nessa sexta-feira foram sorteados os jogos da 3ª fase da Champions League. Os vencedores cruzam com mais equipes num playoff decisivo, onde os vencedores se encaminham para a fase de grupos da competição, veja os dois potes de jogos:

Caminho dos não-campeões

Ajax (Holanda) x PAOK (Grécia)
Dynamo Kyev (Ucrânia) x Gent (Bélgica)
Young Boys (Suíça) x Fenerbahçe (Turquia)
Sporting Braga (Portugal) x Celtic (Escócia)
Unirea (Romênia) x Zenit (Rússia)

Caminho dos campeões

Liepajas Metalurgs ou Sparta Praga x Inter Baki ou Lech Poznan

Akitobe ou Olimpi Rustavi x Hapoel Tel-Aviv ou Zeljeznicar
Sheriff ou Dinamo Tirana x Dinamo Zagreb ou Koper
Litex Lovech ou Rudar x Birkirkara ou Zilina
Levadia Tallin ou Debrecen x Basel
AIK Solna ou Jeunesse x Linfield ou Rosenborg
Partizan ou Pyunij x Ekranas ou HJK Helsinki
BATE Borisov ou FH x Kopenhagen
Bohemian ou New Saints x Anderlecht
Omonia ou Renova x Red Bull Salzburg ou Torshavn