Hino Mania: Porto

Continuando com a série “Hino Mania”, voltamos com um time que pode ser campeão nacional no próximo fim de semana: o FC Porto. Basta aos Dragões vencerem o grande rival Benfica na próxima rodada e o poderá erguer o caneco.

Por ser um time de Portugal, será mais fácil de entender tudo!

Só vou contar uma histórinha antes. O hino do Futebol Clube do Porto foi composto em 1922, com letras do dramaturgo e escritor Heitor Campos Monteiro, enquanto o maestro António Figueiredo e Melo compos a música, enquanto Maria Amélia Canossa canta.

Oh meu Porto onde a eterna mocidade
Diz à gente o que é ser nobre e leal
Teu pendão leva o escudo da cidade
Que na história deu o nome a Portugal

Oh campeão, o teu passado
É um livro de honra de vitórias sem igual
O teu brasão abençoado
Tem no teu Porto mais um arco triunfal
Porto, Porto, Porto, Porto
Porto, Porto, Porto, Porto
Porto, Porto

Quando alguém se atrever a sufocar
O grito audaz da tua ardente voz
Oh, Oh, Porto, então verás vibrar
A multidão num grito só de todos nós

Oh campeão, o teu passado
É um livro de honra de vitórias sem igual
O teu brasão abençoado
Tem no teu Porto mais um arco triunfal
Porto, Porto, Porto, Porto
Porto, Porto, Porto, Porto
Porto, Porto

 

A banda de rock português, Blind Zero também gravou sua versão do hino do Porto, só que em inglês! Para quem não sabe, a banda foi formada em Porto.

Oh dear Oporto
where the eternal youth
Says to people what is
to be noble and loyal
Your standard carries
the city shield
That in history gave
to Portugal is name

Oh Champion, your past
Is a book of honour of unequaled victories
Your blessed coat of arms
Has in Oporto one more triumphal arch

Oporto, Oporto, Oporto, Oporto
Oporto, Oporto, Oporto, Oporto
Oporto, Oporto

When someone dares to stifle
The fearless clamour
of your blazing voice
Oh Oporto
then you’ll see throb
The crowd’s single
cry of us all

Oh Champion, your past
Is a book of honour of unequaled victories
Your blessed coat of arms
Has in Oporto one more triumphal arch

Oporto, Oporto, Oporto, Oporto
Oporto, Oporto, Oporto, Oporto
Oporto, Oporto

Oh dear Oporto
where the eternal youth
Says to people what is
to be noble and loyal
Your standard carries
the city shield
That in history gave
to Portugal is name

Oh Champion, your past
Is a book of honour of unequaled victories
Your blessed coat of arms
Has in Oporto one more triumphal arch

Futebol Clube do Porto
Oporto, Oporto, Oporto, Oporto
Futebol Clube do Porto
Oporto, Oporto, Oporto, Oporto
Oporto, Oporto

 

Outra versão com um arranjo de rock é de Nuno Norte!

 

Em 2003, quando o Estádio do Dragão foi inaugurado, a cantora Isabel Silvestre protagonizou um dos pontos mais altos da inauguração, ao cantar o hino do Porto acapella.

 

Não podia faltar essa! O torcedor cantando o hino do Porto.

 

A Super Dragões, uma das maiores torcidas do Porto – pra não dizer a maior – tem uma série de canções. Confira algumas

TRIPEIRO EU SOU (Versão de uma música da Xuxa, que por acaso não me lembro o nome)

Tripeiro eu sou
E tenho o porto no meu coração
Serás sempre a minha paixão
Eu dou a vida para seres campeão!!
A mim não me interessa o que vais jogar
Seja onde for sabes que eu vou lá estar
Nem a morte nos vai separar
Até no céu eu vou cantar

Tripeiro eu sou
E tenho o porto no meu coração
Serás sempre a minha paixão
Eu dou a vida para seres campeão!!
A mim não me interessa o que vais jogar
Seja onde for sabes que eu vou lá estar
Nem a morte nos vai separar
Até no céu eu vou cantar

 

FILHOS DO DRAGÃO (Botei duas versões: uma gravada e outra da torcida e confesso, foi a que mais gostei)

Aqui estás tu, jovem dragão
acordado do outro século
À espera de um lugar
dificil de encontrar
no treino vive a esperança
no jogo, a certeza… de mais uma vitória
que tens que conquistar,
que tens que conquistar!

Ai estes são os filhos do dragão
unidos para vencer
ansiosos por fazer
deste porto campeão!

Em cada estádio nada a temer,
no momento da decisão
a vitória é uma ordem, ninguem pode furar, o nosso vicio de ganhar!
Ser portista é uma benção, que nao se pode partilhar!
dá tudo pelo clube, porque só o sabe amar!!!

Ai estes são os filhos do dragão
unidos para vencer
orgulhosos por fazer
deste porto campeão

 

ÂNSIA DE VENCER

Não consigo controlar
Largo tudo p’ra te ver
Onde fores jogar

Andam loucos por aí
Que nos querem enfrentar
Guardo ódio a todos eles
O dia vai chegar

Vou continuar a lutar,
Pelo Porto eu vou cantar
Porque Portista eu sou!

…..

Esta ânsia de vencer
Não consigo controlar
Largo tudo p’ra te ver
Onde fores jogar

Andam loucos por aí
Que nos querem enfrentar
Guardo ódio a todos eles
O dia vai chegar

Vou continuar a lutar,
Pelo Porto eu vou cantar
Porque Portista eu sou!

……

Esta ânsia de vencer
Não consigo controlar
Largo tudo p’ra te ver
Onde fores jogar

Andam loucos por aí
Que nos querem enfrentar
Guardo ódio a todos eles
O dia vai chegar

Vou continuar a lutar,
Pelo Porto eu vou cantar
Porque Portista eu sou!

…..

Esta ânsia de vencer
Não consigo controlar
Largo tudo p’ra te ver
Onde fores jogar

Andam loucos por aí
Que nos querem enfrentar
Guardo ódio a todos eles
O dia vai chegar

Vou continuar a lutar,
Pelo Porto eu vou cantar
Porque Portista eu sou!

 

QUERO VER O PORTO SER CAMPEÃO!

Quero ver o porto ser campeão!!!
Esta alegria no coração…
Viver momentos mágicos de vitórias…
Marcaram sempre a nossa história!!!
Com esta vontade de cantar…
Por todo o mundo eu vou lutar!!!

Quero ver o porto ser campeão!!!
Esta alegria no coração…
Quero ver o porto ser campeão!!!
Esta alegria no coração…

 

TÁ NO NORTE (Uma versão rap e ‘um pouquinho’ ofensiva…)

Tá no norte, tá no norte a equipa mais forte
Tá no norte, tá no norte a claque mais forte
Aqui no norte, pode ser que tenhas sorte
Mas se entras no Dragão…BOOM

Dragões foram fundados em 1986
E como todos os anos lideramos como reis
Sempre a rebentar como toda a gente vê
Na boca de um dragão só ouves filhos da puta slb

Em 2005 essa merda foi campeão
Mas esquece esses cá 10 anos já não ganhavam na casa do Dragão
Dizem que na Europa são um clube conhecido
Nunca me esqueço dos 7 frente ao Celta de Vigo.

Os nabos do benfica dão no caneco e fumam crack
Diabos e No Name não têm vida p’ra nossa claque
Bombas de gasolina são roubadas de norte a sul
Quando vierem ao Dragão vão sentir o Inferno Azul.

Andam cheios de vida, dizem que são No Name Boys
Pinta de rabos têm eles, parecem os Backstreet Boys
Agora já não há nada, já não há o tempo de Salazar,
Já não há o palanque do Eusébio, mas há o Veiga…p’ra vos enterrar

Tá no norte, tá no norte a equipa mais forte
Tá no norte, tá no norte a claque mais forte
Aqui no norte, pode ser que tenhas sorte
Mas se entras no Dragão…BOOM

Ora pois meu gajo, grandes apuramentos

Porto: favorito ao título!

E quem diria que dos oito times que disputarão as quartas-de-final da Europa League, três seriam times portugueses? Mas é o que acontecerá!

Surpresa? Talvez sim.

Geralmente os times da terrinha são menosprezados e jogados de lado por parte da torcida e imprensa, mas sempre levando em conta que aqueles que defendem a tese de que quem abastece o futebol europeu somos nós, sulamericanos, esquecem que boa parte dos times portugueses tem uma base de jogadores aqui da América do Sul.

Surpresa? Talvez não.

Acontece que os times portugueses estão melhorando seus investimentos a cada ano que passa e hoje conseguem montar times fortes…com muitos sulamericanos.

Dupla do barulho portista: Falcão e Hulk

Eu defendo a segunda tese. Não acho que seja surpresa. O Porto, do discípulo de José Mourinho, André Villas Boas, tem uma campanha quase que impecável na Liga Zon Sagres. São 23 jogos, 21 vitórias e 2 empates, 53 gols marcados e somente 7 sofridos, 65 pontos, 13 de vantagem pro vice-líder da competição, o Benfica. Para fechar com chave de ouro, o Porto ainda tem o artilheiro do ‘Portuguesão’, Hulk, com 20 gols. Só para ter uma noção, o vice-líder na lista de artilheiros, João Tomás, do Rio Ave, tem 13 gols. Campanha magnífica, que credencia qualquer um a favorito ao título de uma competição internacional.

Nessa fase de oitavas de final, o Porto eliminou o CSKA Moscow no “melhor estilo Mourinho”, que certamente Villas Boas aprendeu com o próprio Mourinho ensinou a seu time. Os Dragões conseguiram um resultado satisfatório fora de casa, vitória por 1×0 e jogando em casa, bastou logo matar o adversário. O Porto abriu 2×0 em 25 minutos de jogo, deixou o CSKA descontar, mas nada que atrapalhasse o time português.

Já disse aqui outras vezes, para mim o Porto é o grande favorito ao título da Uefa Europa League. Os Dragões tem um belo elenco, com um bom time titular e bons reservas a disposição de André Villas Boas, que é um verdadeiro fenômeno da temporada europeia.

Benfica: Favorito ao título?

Rival do Porto, o Benfica não vive sua melhor temporada. Atual campeão português, os Encarnados são muito irregulares e essa irregularidade permitiu aos Dragões abrir essa larga vantagem na ponta da Liga Zon Sagres. Mas nada que impedisse o técnico Jorge Jesus de levar seu time longe na Europa League.

Jogando no Estádio da Luz, na ida, o Benfica foi mal, mas derrotou o PSG por 2×1. No Parc des Princes, o time português se impôs, jogou melhor, arrancou um empate por 1×1 e se garantiu na próxima fase. Mas há de se ressaltar a sorte do Benfica, que enfrentou um adversário que…pipocava na frente do gol. No lance que deixou todos de boca aberta, aos 49 minutos do segundo tempo, Maurice recebeu livre na grande área e ao tentar o arremate cruzado, pisou na bola, caiu e o jogo acabava.

Diferentemente do Porto, vejo o Benfica mais abaixo que o rival local. É um time bom, com um elenco bom também, mas não é tão bom quanto o plantel portista. Os Encarnados sofrem com essa irregularidade e isso pode pesar na disputa da Europa League, pois não vai ser sempre que se encontrará um PSG pela frente.

Marcio Mossoró: Um dos 789 brasileiros do Braga

Num patamar bem mais baixo que Porto e Benfica, vem o time que pode ser considerada a surpresa que eu perguntava acima da Liga Europa: o Sporting Braga. O brasileiríssimo time da cidade portuguesa mais antiga, já havia surpreendido na Champions League ao complicar a vida do Arsenal, agora foi a vez de complicar a vida de outro gigante inglês, o Liverpool.

Na ida, no Estádio Municipal, o time de Domingos Paciência conseguiu derrotar os Reds por 1×0. Placar magro e que forçaria o inexperiente time a segurar o rodada Liverpool na Inglaterra. E após sofrer 12 arremates durante a partida inteira e não sofrer nenhum gol, o Braga calou o lendário Anfield Road e se classificou para as quartas de final da Europa League. Pela história e investimento tanto de Liverpool quanto Braga, foi uma surpresa!

Essa vaga para as quartas de final é um dos maiores feitos pelo Braga em toda sua história. Para se ter uma noção, a melhor colocação desse time no Campeonato Português foi o vice-campeonato da temporada passada. Os Braguistas conquistaram a Taça de Portugal, mas foi lá nos anos 60, além de conquistar a única edição da Taça FPF, disputada em 76/77.

O céu é o limite pro Braga. A equipe não tem mais nada a perder. O 6º lugar na Liga Zon Sagres só lhe coloca na briga direta por uma vaga na próxima Liga Europa. A volta para a Champions League é improvável. O Braga é reconhecidamente o time mais fraco dos três portugueses, com brasileiros desconhecidos e os que são minimamente conhecidos, é porque fracassaram em grandes clubes do Brasil. Mas nada impede esse time ir longe.

O único ponto negativo dessa boa fase dos times portugueses é ver que os destaques de Porto, Benfica e Braga são estrangeiros. Nos Dragões dá para destacarmos Hulk e Falcão, nos Encarnados, Aimar, Cardozo e Luizão e nos Guerreiros do Minho, Alan e Paulo César, todos sulamericanos. O que explica um pouquinho da má fase do selecionado português.

Mas como no futebol moderno isso é moda, não há nada de errado.

O Porto é o time mais forte dos três. Tem uma boa base, um treinador que virou um fenômeno e tem jogadores que desequilibram uma partida. O Benfica tem os mesmos atributos, mas o que pesa contra é a irregular temporada, que mexe na confiança dos jogadores e da torcida. O Braga é a zebra. Não tem um vasto elenco, tem um investimento menor e nem o mais fanático torcedor braguista apostaria que o time chegaria até onde chegou no início da temporada.

Enfim, os três times portugueses deverão ir com tudo na Europa League. O Porto tem o Campeonato Português em suas mãos, podendo poupar forças para a competição da Uefa; o Benfica tem a vaga na próxima Champions League praticamente garantida, poderá fazer o mesmo que o Porto; já o Braga vive um dilema, vai com tudo na Liga Europa ou tenta também conquistar a vaga para a mesma competição via Campeonato Português? Como eu sou daqueles que critica os obsessivos por vagas e mais vagas em outras competições, iria com tudo na Europa League. E você? O que faria?

Demais Classificados:

*Dynamo de Kiev: Após vencer em casa por 2×0, os ucranianos se deram ao luxo de perder pro Manchester City por 1×0 para se classificar;

*Twente: Outro que se deu ao luxo de perder e se classificar. Derrota por 2×0 diante do Zenit, mas o 3×0 na ida lhes classificou;

*Spartak Moscow: Vitória contundente sobre o Ajax, 3×0 e 4×0 no agregado;

*PSV: Após 0x0 na ida, os holandeses conseguiram um suado 1×0 contra o Rangers na Escócia;

*Villarreal: Depois de vencer o Leverkusen na BayArena por 3×2, o time espanhol fechou a conta com uma vitória por 2×0.

Resumo dos portugueses na Champions League

*Mais uma novidade no blog é a coluna sobre Futebol Português, produzida por Fernando Clemente

Benfica colecionando decepções

O Benfica na temporada atual nem de longe lembra o campeão português da última temporada européia e que disputou brilhantemente a Liga Europa. Com o titulo português conquistando facilmente, já que tinha um elenco muito superior aos demais, o time parece ter se perdido de uma temporada para outra.

Em menos de um ano deixou de ser o time que enfrenta Bate Borisov, AEK ou Dynamo de Kiev pela Liga Europa pra enfrentar uma dura e desgastante Liga dos Campeões. O sorteio da sua chave foi até comemorado por muitos torcedores e dirigentes, já que nenhum rival tinha uma superioridade técnica e tradição que os encarnados.

O Hapoel Tel Aviv era considerado o clube mais sem tradição e com elenco mais limitado do grupo. Mostrou uma força de vontade e foi além das suas limitações, mas acabou terminando na lanterna do grupo, sem sequer beliscar uma vaguinha na Liga Europa. Era esperado um equilíbrio maior entre as 3 forças do grupo.

Era um grupo que se esperavam classificados só na última rodada, já que os 3 times tinham condições de se classificar em primeiro. O Schalke 04 fez uma bela Bundesliga na temporada 09/10, mas começou muito mal a temporada atual e ainda buscava afirmação.

Sem contar que o elenco ainda se acostumava com jogadores recém chegados como o holandês Huntelaar e os espanhóis Jurado e Raúl Gonzalez, bandeira viva do Real Madrid e artilheiro da Liga dos Campeões. E a defesa alemã ainda sentia a falta do brasileiro Bordon, que por anos foi o alicerce da zaga do Schalke.

O Lyon ainda procurava se encontrar na temporada, já que não é mais o time que colecionava títulos franceses com facilidade. Os outros times franceses haviam crescido demais e mostram ser mais consistentes que os lioneses. Para remediar um pouco a situação o Lyon enfraqueceu o rival Bordeaux ao contratar o principal jogador, Gourcuff, ex-Milan.

Mas perdas como Lisandro López e Cris não eram esperadas e o técnico Claude Puel quase perdeu o emprego graças a uma série de maus resultados na sua liga doméstica, mas se recuperou na Liga e gradativamente também conseguiu melhores resultados na Ligue One. Com isso a pressão sobre ele foi amenizada e do nada Michel Bastos melhorou de produção fazendo uma das melhores temporadas do meia atacante na França.

E com jogadores antes descartados como Gomis e Pied jogando bem, o Lyon foi conquistando resultados expressivos na Liga e ia encaminhando sua classificação pra próxima fase. Até que o Benfica, em um confronto direto contra os franceses fez logo 3 gols e ia eliminando o Lyon da Champions, mas o time português se descuidou na marcação e o time lionês diminui a diferença e acabou perdendo por apenas um gol de diferença um jogo que parecia perdido. De 4 a 1 para um milagroso 4 a 3 foi à senha para a classificação francesa e a derrocada portuguesa.

Decepção para torcedores encarnados e felicidade dos torcedores franceses. O Benfica ainda teve que contar com ajuda do Olympique Lyonnais na última rodada para se classificar para a próxima fase da Liga Europa.

Rapidinhas

Ø     O Sporting como era de esperar caminha tranquilamente no seu grupo na Liga Europa

Ø     O Porto nadou de braçadas no seu grupo. Os adversários bem mais limitados apenas fizeram o seu dever e não atrapalharam a campanha portista que deve voltar a disputar a Liga dos Campeões.

Ø     O Braga, que nas primeiras rodadas foram goleados e massacrados por Arsenal e Shaktar Donestk, se recuperou bem e ganhou preciosos pontos contra Partizan e Arsenal e garantiu vaga na segunda fase da Liga Europa.

Ø     O Vitória de Guimarães vem fazendo o papel do Braga na atual temporada. Vem dando trabalho aos 3 grandes e faz boa campanha na Liga Zon Sagres.

Ø     Tem time que ainda acredita em Coelhinho da Páscoa. Só isso explica o Vitória de Setúbal confiar nos brasileiro Valdomiro e Cláudio Pitbull.